domingo, 12 de agosto de 2018

Geografia Bíblica - O Grande Rio Eufrates


O Rio Eufrates é o mais longo dos rios, e além disso, um dos mais importantes historicamente falando, da Ásia Ocidental. É um dos rios que, juntamente com o Rio Tigre, definem a Mesopotâmia. O Rio, originário no leste da Turquia, flui por meio da Síria e do Iraque e se une, no Chate Alárabe, ao rio Tigre, que vai desembocar no Golfo Pérsico.

As primeiras referências ao Rio Eufrates vêm de textos cuneiformes que foram encontrados na região de Shuruppak e a Pré-Nipur de Sargão, ao sul do Iraque. É datada de meados da década do terceiro milênio a.C. e é escrito em Sumério, onde é chamado de Buranuna.

O Rio Eufrates é o rio mais longo da Ásia Ocidental, e é resultado da confluência do Kara Su, também conhecido como Eufrates Ocidental, e o Murat Su, ou Eufrates Oriental.

A grande polêmica sendo tratada constantemente a respeito da seca do Rio Eufrates, que é consequência da seca que castiga a região já tem alguns anos. As políticas inapropriadas do uso das águas por parte de países como Síria, Turquia e Iraque, acabam agravando este problema. Mencionado muitas vezes na Bíblia, em Genesis, o rio corria o Jardim do Éden, além da Babilônia que era atravessada por ele. Há uma passagem na Bíblia, em Genesis 15:18 em que Deus promete a Abraão “… tua descendência tenho dado esta terra, desde o rio do Egito até o grande rio Eufrates”.

Em Apocalipse, nos capítulos 9, 13 e 15 o rio também é mencionado. Em uma das passagens, diz “E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus, a qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: solta os quatro anjos que estão presos junto ao grande rio Eufrates. E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens”.

Uma das profecias sobre a chegada de Messias refere-se à partição de um rio em 7 partes, onde o povo de Israel passaria para retornar à sua terra para a redenção. Em Apocalipse 16-12, encontra-se a maior polêmica: “E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se para que se preparasse o caminho dos reis do oriente. E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta, vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs”.

Segundo estudos científicos realizados por meio de informações que verificam as reservas de água no mundo através dos dados que são colhidos pelos satélites da Nasa, houve uma grande quantidade de água perdida no rio Eufrates e no rio Tigre. A seca, segundo cientistas, pode se tornar cada vez mais significativa, chegando a situações extremas que podem prejudicar fortemente a população da região.

Referências:
Arquitetura ecológica – EC Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...