quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O Encontro com Deus

Há encontros que são tremendos! Eu sempre me emociono quando um programa de TV localiza um filho ou uma filha, ausente de casa 20 anos... 20 anos sem ver pai, sem ter notícias da mãe... 20 anos sem conhecer os irmãos, então, depois de todo esse tempo, é promovido o encontro dos dois: do filho com seus pais ou, da mãe com sua filha...  Ah! Como são emocionantes esses encontros! Geralmente, até o índice da audiência desses programas, sobe em momentos assim...
Mas, talvez você não faça ideia, o encontro mais tremendo de todos, é o encontro do homem com Deus... É o encontro da criatura com o Criador.
Algumas coisas acontecem quando nós nos encontramos com Deus... Eu quero mostrar essas coisas.
A primeira coisa que o texto mostra, é que: Quando você tem um encontro com Deus:
Você É Quebrantado
Deus deslocou Jacó... Lemos no v.25: “... tocou na articulação da coxa de Jacó, de forma que lhe deslocou a coxa”. Deus quebrantou Jacó...
A primeira coisa, portanto, que o texto aponta é essa: o quebrantamento.
Quebrantamento é algo humilhante e doloroso; é quando o nosso obstinado e resistente EU é quebrado, perdendo seus direitos, deixando sua glória e assumindo de diante de Deus o seu verdadeiro lugar.
Essa é a primeira coisa que nos acontece quando nós temos um encontro com Deus. Deus nos quebranta.
E na Bíblia, lemos que quem tem o coração quebrantado, tem a Deus por perto.
No Sal 34.18, lemos isto: “O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido”. E no Sl 51.17, lemos que: “... um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás”.
Quebrantamento fala de a gente vencer o orgulho, a soberba... A independência... Mas a gente só vence, nós somente vencemos, quando deixamos Deus nos vencer.
Enquanto permanecemos achando que não dependemos de Deus, que não devemos obediência a Deus, e que podemos viver guiados por nossa própria vontade, não estamos no ponto de Deus nos abençoar.
Mas quando você tem um encontro com Deus, você é desarmado... Você não tem glórias para contar... Você não tem merecimentos... Isso quebranta você...
E quando você é quebrantado, então, Deus surpreende você... Ele fica mais perto e passa a inundar a sua vida com o Seu poder.
Foi compreendendo isso que uma irmã declarou certa vez: “Quanto menores formos, mais espaço Deus terá”.
Uma pessoa quebrantada é como aquele ponto mais baixo no chão... As águas sempre procuram o ponto mais baixo e lá se estocam... Pois é assim que se passa conosco: no momento em que Deus achar você humilhado, achar você vazio de si mesmo e, quebrantado, esse será o momento em que a glória de Deus vai vir e o poder de Deus inundará a sua vida! Aleluia!
Isso é quebrantamento.
A segunda coisa que lemos nessa passagem, é que quando você tem um encontro com Deus:
Você Passa a Não Abrir Mão da Bênção
É quando, no v.26, lemos que Jacó disse: “Não te deixarei ir, a não ser que me abençoes”.
Isto nos mostra que Jacó, tendo um encontro com Deus, não abriu mão da benção de Deus sobre a sua vida.
Ele já estava quebrantado... Já havia se visto só e desamparado... Sem méritos... Então clama intensamente: “Oh! Deus não te deixará ir, a não ser que me abençoes”.
Há coisas na nossa vida que podem esperar... Às vezes é a compra de um carro, de um terreno, de um curso de vestibular... De uma viagem... Um computador, uma reforma em casa...
Sonhamos com cada uma dessas coisas, mas elas podem esperar até que chegue uma hora mais oportuna... Podemos, até mesmo, se necessário, abrir mão de cada uma delas!
Mas nós, não podemos abrir mão da benção de Deus sobre nossa vida. A Bênção de Deus é inegociável – devemos querê-la a todo custo!
Sim, há coisas muito importantes, mas que não são mais importantes do que isto: a bênção de Deus sobre a nossa vida... Por isso que Jacó disse: “Não te deixarei ir, a não ser que me abençoes”.
A terceira coisa que acontece quando você tem um encontro com Deus (... a primeira é quebrantamento, a segunda é a benção de Deus), a terceira coisa que notamos aqui, é que:
3- Você Tem o Seu Caráter Mudado Por Deus
Lemos aqui na Bíblia, v.28, que Deus mudou o caráter de Jacó.
Porque lemos isto: “Qual é o seu nome?”... era Deus perguntando, e quando Deus pergunta pra ele “qual é o seu nome?”, ele diz “é Jacó... O meu nome é Jacó”.
Nesse tempo da Bíblia, a pessoa recebia o nome que caracterizava o seu caráter. O nome do homem aqui era Jacó... Um nome que significa “suplantador, enganador”. Jacó significa pisar, levar vantagem... Esse era o nome do caráter de Jacó.
Deus pergunta o nosso nome!
E sabe, para Deus, mais importante do que o nome da nossa identidade, mais importante que o nome do nosso RG ou da nossa Certidão de Nascimento, é o nome do nosso caráter.
Então, quando Deus perguntou para homem: “Qual é o seu nome?” e ele disse: “É Jacó”, isto é como se ele estivesse dizendo pra Deus: “eu sou enganador... eu sou aquele que mete os pés, que se impõe que tira vantagem...”.
Mas Deus disse pra ele [aleluia!]: “De hoje em diante, não te chamarás mais Jacó, mas Israel, filho de Deus, príncipe de Deus!”... é Deus mudando o nosso caráter.
Eu creio que Deus está confrontando você e perguntando: “Qual é o seu nome?”.
E Deus não quer que você diga qual é o nome da sua identidade, mas o nome do seu caráter.
O que você responderia a Deus?
Meu nome é mentiroso? ...porque tenho mentiras: minto para meu marido/esposa... Minto para meus pais... Minto para a igreja... E minto nos negócios...
Qual é o nome do seu caráter? ...Deus pergunta, e o que você diria?
Meu nome é estúpido? ...porque sou grosso como pai, ou uma mãe ignorante...
Meu nome é desonesto? ...porque vendo gato por lebre, sonego roubo do patrão...
Ou você diria: Meu nome é adúltero? ...porque tem "casos" extraconjugais que ninguém sabe...
Agora, Deus só muda o nome do nosso caráter, se a gente tiver a coragem de admitir pra Ele qual é esse nome.
Há uma história, muito conhecida, de um general chamado Alexandre - Alexandre, o Grande. Conta-se que quando o general Alexandre estava passando a sua tropa em revista (exigente como era, muito rigoroso), ele observou que havia um soldado que não estava em posição de sentido, que não estava bem trajado... E o general, Alexandre – O Grande, perguntou pra ele: “Soldado, qual é o seu nome?” O general Alexandre, olhando aquele jovem, ouviu dele a resposta... O jovem, gaguejando respondeu: “A-A-Alexandre, senhor”. Alexandre, o Grande, tornou a perguntar: “Soldado, qual é o seu nome?” E ele disse: “A-a-a-lexandre, senhor”. Então, o general falou: “Soldado: ou você muda de nome, ou muda de posição”.
Muitas vezes, Deus pergunta qual é o nosso nome, e nós respondemos: “Cristão Senhor... Meu nome é cristão, certinho... o tipo que é de casa pro trabalho e do trabalho pra casa...”.
Mas, Deus, talvez, tenha que dizer pra nós: “Ou você muda de nome ou muda de posição”.
É isto, exatamente, o que Deus mais quer fazer em nós: mudar o nome do nosso caráter – de enganador, Deus quer nos fazer conhecidos com um novo nome: filhos de Deus, príncipes de Deus!
No encontro do homem com Deus, portanto, é assim: Deus quebranta o nosso coração, Deus nos abençoa, Deus muda o nosso caráter...
E, em último lugar, esse texto da Bíblia, no v.31, mostra que Jacó mancava da sua coxa... Isso quer dizer que, num encontro com Deus:
4- Você Passa a Andar Diferente
No v.31, lemos: “Ao nascer do sol atravessou Peniel, mancando por causa da coxa”.
Isto significa dizer, que Deus altera a nossa forma de andar... A gente passa a caminhar diferente.
O nosso comportamento é mudado, as nossas atitudes são mudadas, são transformadas, a partir do nosso encontro com Deus.
Jacó, antes de ter seu encontro com Deus, vivia suplantando, enganando... Porém, com o encontro com Deus, ele se torna príncipe – o significado disso é que todos podiam notar a marca de Deus na maneira como, agora, Jacó vivia.
Conclusão
Você ouve esta palavra... Eu queria que você refletisse e pensasse, se você deseja ardentemente ter um encontro com Deus.
Saiba que a primeira coisa que vai acontecer na sua vida, é que Deus vai quebrantar o seu coração.
A segunda coisa é que você não vai abrir mão da benção de Deus na sua vida.
A terceira coisa é que Deus vai mudar o seu caráter, mas não se esqueça: Deus só muda o nome do nosso caráter, se a gente tiver a coragem de admitir pra ele “Qual é nosso Nome”.
E Deus, talvez, esteja perguntando pra você “qual é o seu nome?”.
Jacó respondeu “suplantador, enganador”... mas Deus mudou pra Israel, príncipe, filho de Deus!
Talvez, você tenha que dizer o mesmo nome, ou outro nome do seu caráter... Mas Deus quer mudar.
Em último lugar, Jacó mancava, Jacó passou a andar diferente.
As pessoas percebem essa mudança, esse quebrantamento, essa benção de Deus na sua vida...
As pessoas irão perceber que Deus mudou seu caráter, porque você está andando diferente... E quando perguntarem pra você, “O que aconteceu?”, você vai dizer: Eu tive um encontro com Deus.



Pr. Walter Pacheco da Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...