quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Tempestade e sentimento de abandono

Irmãos, eu já ouvi um monte de gente dizer: “pastor, eu não entendo o que está acontecendo comigo. Parece que Deus acordou zangado comigo. Ele não está cumprindo sua palavra na minha vida. Eu vou à igreja, dou o dízimo, oro, coopero com tudo, fiz tudo certinho e minha vida não sai do buraco. O que está acontecendo”?
“Eu já falei com Deus assim, assim… Fiz tanta campanha e minha vida não decola. O que é que eu estou fazendo de errado? Por que Deus não me ouve? Por que parece que a minha vida vai de mal a pior. Parece que desde que eu entrei no evangelho, as coisas ficaram até mais difíceis”.
E a gente percebe que a pessoa está muito magoada com Deus. Porque tudo o que falaram para ela que iria acontecer, não aconteceu. Eu conheço muitas moças que receberam uma profecia de que iam se casar e hoje estão umas velhas solteironas na faixa dos 60 anos. Eu sei que na guerra, enquanto o soldado está vivo, há chances de combate. Mas é mais difícil. É o rapaz que foi em uma reunião de oração e recebeu uma profecia que ele ia ser muito rico e próspero. E ele já entrou na crise dos 40 anos e viu que nada aconteceu. A crise dos 40 anos é uma das mais agudas, porque ela costuma ser vista como a última oportunidade para uma guinada na vida. É aquela idade em que você não conseguiu ser o diretor executivo de nenhuma empresa, nem famoso, nem milionário. A PESSOA ENTRA EM CRISE.
Vocês sabiam que tem gente desistindo da vida e marcando suicídio coletivo pela Internet? São pessoas que desistiram de viver e marcaram o seu último dia de vida com um grupo em certo local e horário para darem fim à vida. No ranking do suicídio da Organização Mundial de Saúde, o Japão ocupa o quinto lugar em números absolutos, com cerca de 25.000 casos por ano. São pessoas que desistiram de viver.
Qual é o diagnóstico dessa doença na vida das pessoas NA IGREJA?
É por causa de um evangelho tem sido anunciado com os valores invertidos.
É o evangelho da prosperidade, do não ter problema, do pare de sofrer, e isso não funciona na prática. Vá até uma IGREJA e pergunte para qualquer pessoa que estiver lá se ela parou de sofrer, de ter problemas, se o pneu do carro não furou mais, não teve mais gripe, nem pressão alta e nem falta de recursos financeiros… Você não vai achar ninguém lá…
Tem até umas igrejas que se especializaram em batizar os anos com o nome de algum personagem bíblico, para ver se resolve. Ano de 2009 é o de Abraão, Josué, do Sebastião, da Maria, também não resolve. Na China eles também batizam os anos no calendário chinês: tem o ano do rato, do tigre. É só i, paliativo. É igual a tomar chá de Erva Cidreira. Ou, Ipê ROXO, agora está na moda, tomar chá de SUCUPIRA. É bom, mas resolve?…
Então, em cima desse texto que lemos sobre essa tempestade no barco, gostaria de destacar três princípios que vão te ajudar a viver e enfrentar os problemas do dia a dia.
PRIMEIRO PRINCÍPIO:
1 – ACEITAR O FATO DE QUE NA VIDA HAVERÁ TEMPESTADES
Há dois tipos de tempestades. Aquelas que vêm naturalmente, porque na vida virão tempestades. São as tempestades naturais do casamento, do filho que fica doente, do dinheiro que acabou antes do fim do mês, do marido desempregado.
Por outro lado, há também aquelas tempestades que você provoca. Pessoa não estuda, não trabalha, fuma, namora a pessoa errada, parte para uma aventura amorosa que resulta num filho, faz empréstimo no banco sem ter como pagar, quer viver um padrão de vida acima das suas posses.
Depois quando as coisas estão muito ruins, então vamos fazer uma campanha. Ou então ficam magoadas com Deus que não resolve os problemas que ela mesmo criou. E tem gente que ainda ameaça dando um prazo a Deus. Já viram? “Se Deus não resolver esse meu problema em 15 dias, eu vou me desviar.”
Paulo diz isso em I Coríntios 7 aos solteiros que não se casem. Porque os que se casarem terão tribulações. São as tribulações da vida decorrentes de um casamento. O menino está chorando com dor de cabeça ou com fome e não tem nada na panela. É triste demais. Por isso Paulo diz: “eu queria poupar-vos”.
Mas pastor, como é que pode haver tempestade na minha vida se eu estou com Cristo? Jesus está dentro de um barco junto com os apóstolos e a tempestade está acontecendo. E aí? Será que Jesus não está nem aí comigo?
ENTÃO VAMOS PARA O SEGUNDO PRINCÍPIO:
2 – APRENDA QUE EM MEIO ÀS TORMENTAS DA SUA VIDA, JESUS NÃO ESTÁ AUSENTE
A tempestade se levanta (vs 37) com grandes ventos e as ondas subiam por cima do barco que já se enchia de água. Jesus estava na POPA dormindo sobre um travesseiro.
E aí, um de seus discípulos lhe disse: “Mestre, tu não te importa que pereçamos?”
Jesus, eu estou morrendo e o Senhor nem está se importando. Estou passando problemas, necessidades e o Senhor está tão ausente da minha vida. Onde está o Mestre, quando o barco está sendo açoitado pelas ondas?
Certo dia um pai deu a seu filho pequeno uma tarefa: pintar a cerca da fazenda por certo dinheiro. O menino está cansado, com bolhas nas mãos. O pai poderia tirar a tarefa do menino, poupando-o do sofrimento, mas não o faz. Senão, o menino não cresce. Mas à noite, enquanto o menino dorme, o pai passa remédio nos seus dedos, nas bolhas. Dia seguinte o pai brada: menino, vamos lá! Tem que pintar! Trato é trato!
Então muitas vezes quando achamos que estamos sozinhos, enquanto você dorme, o pai está olhando para você, te curando, passando bálsamo no teu coração. Ele sabe que você vai ter que passar por isso. Livrar-te do PROBLEMA iria te trazer um PROBLEMÃO: você não cresce. Fica anãozinho para sempre. Crente anão, sempre no leite.
Deus muitas vezes não irá interferir nos nossos problemas, porque na verdade eles são a solução para o nosso crescimento. Sabe por que você anda? É porque toda vez que você tentou andar caiu e não havia ninguém te segurando. O seu pai ou sua mãe ficava só olhando de longe. NO BARCO.
ELE ESTÁ NO BARCO. JESUS ESTÁ NO BARCO. ISSO É O QUE IMPORTA.
“Eis que Eu estou convosco TODOS OS DIAS até a consumação dos séculos”.
Não existe NENHUM DIA em que ELE não está com você. NENHUM. Porque essa é a promessa DELE mesmo. Eu ESTOU convosco! É um verbo PRESENTE DO INDICATIVO na primeira pessoa: EU ESTOU.
“Mas eu não sinto que Ele esteja”. Você não precisa SENTIR NADA. Ele está, porque ELE disse: EU ESTOU!
ENTÃO PORQUE A TEMPESTADE NÃO SE ACALMA?
VAMOS PARA O TERCEIRO PRINCÍPIO:
3 – TENHA A CONFIANÇA QUE NO MOMENTO CERTO A TEMPESTADE VAI SE ACALMAR
Chegou uma hora em que JESUS foi acordado pelos discípulos com a frase: “MESTRE, TU NÃO TE INCOMODAS QUE A GENTE MORRA?” Tu não estás nem aí. Tanto faz como tanto fez? Nossa vida não tem valor?
E Jesus disse ao vento: CALA-TE, AQUIETA-TE. E O VENTO SE AQUIETOU E HOUVE GRANDE BONANÇA.
Mas Jesus os repreendeu dizendo: PORQUE VOCÊS SÃO TÃO TÍMIDOS. AINDA NÃO TÊM FÉ?
Aqui nós vemos a FÉ EM AÇÃO: ” CALA-TE” e os ventos lhe obedeceram.
Nós precisamos dizer à nossa alma “AQUIETA-TE” Faça como Davi no Sl. 42: “porque te abates, ó minha alma. Não se abata. Espera em Deus!!! Pois eu ainda o Louvarei na salvação da Sua presença.” Saiba que os ventos obedecem à sua voz. Todo joelho se dobra diante de Jesus, os demônios, a doença, o desespero, a tristeza, angústia e dor.
Quando ela vai se acalmar, eu não sei. Mas você não ficar aí olhando as coisas se desmoronarem. VÁ ORAR! NÃO HÁ OUTRA SOLUÇÃO. ORE, ORE SEM CESSAR ATÉ QUE HAJA RESPOSTA DOS CÉUS. PEDIR, BUSCAR, BATER, É UM IMPERATIVO.
CONCLUSÃO:
-Não se abata. Alegra o teu coração, porque o Senhor que mandou a tempestade se acalmar, está aí bem pertinho de você. Você não precisa ir a nenhum lugar especial. Não precisa ir no morro, no monte Sinai, em Israel. Ele está no seu quarto. Vá para lá.
- Nunca duvide que ELE te ama e deu a sua vida por você na cruz do calvário. E ELE está aqui hoje te ouvindo.

Pr Videira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...