sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Conhecendo os planos de Deus para nossas vidas


É um plano detalhado para todas as decisões da vida. O homem é capaz de encontrá-lo e de conhecê-lo como parte da vida cristã. Contudo, pode perder esse plano, por não descobrí-lo e desobedecer-lhe. Pode perdê-lo por falha. É revelado ao seu coração e não pode ser encontrado na sua totalidade na Bíblia. É revelado pelo Espírito Santo mediante impressões íntimas, utilizando muitos significados. Inclui apenas o que é bem e ideal. É um plano diretamente ideal: está em harmonia com a Bíblia, consistindo sempre na decisão ideal, pelo que traz glória a Deus. Suas diretrizes são específicas para um cristão específico.

A vontade ideal de Deus é comparada a um mapa rodoviário no qual vemos a estrada que devemos seguir em nossa vida. Deus não nos mostra toda a nossa jornada de vez. Seria mais adequado dizer que recebemos instruções mediante os planos de sinalização ao longo da estrada. Deus nos fornece abundantes sinais rodoviários que apontam para sua vontade individual concernente à nossa vida.

Existem sete sinais que Deus provê a fim de fazer-nos chegar com segurança:
O primeiro sinal é a Bíblia;
O segundo sinal são as circunstâncias com suas quatro diretrizes: "Colocar a lã" sem fazer disso um hábito, só em último recurso, jamais como o primeiro passo na tomada de uma decisão; durante algum tempo de oração sincera, entrar em acordo com Deus quanto ao sinal circunstancial a ser usado; selecionar um sinal que seja claro; definido, uma ocorrência incomum; usar esse método somente no caso de decisões muito importantes, nunca em assuntos triviais.
O terceiro sinal rodoviário é o testemunho íntimo do Espírito Santo.
O quarto sinal é o aconselhamento maduro;
O quinto sinal chama-se desejos pessoais;
O sexto indicador chama-se bom senso;
O sétimo sinal rodoviário é a orientação especial sobrenatural através de voz audível, anjo, visão, transe, sonho, profecia ou milagre.

Esses sinais são suficientes para guiar-nos diretamente ao centro da vontade de Deus. Quanto ao quinto sinal, desejos pessoais, diz ainda que nosso coração é enganoso, não merecendo confiança. Esquece-se a pessoa de que a salvação de Deus nos dá um novo coração e renova nossos desejos. Quanto ao segundo sinal, colocar a lã de Gideão é a prática de pedir a Deus que nos fale diretamente, através de um sinal providencial, combinado previamente. Não é mero acaso!

A primeira maneira de descobrir a vontade de Deus com certeza é através da concordância dos sinais rodoviários. Existem quatro meios pelos quais os homens podem ter a certeza de saber a vontade individual de Deus numa situação específica: A concordância dos sinais e a comunhão com o Senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...