sábado, 17 de setembro de 2016

É Hora de Remir o Tempo

Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo; porquanto os dias são maus.(Efésios 5:14-16)
Vendo mais uma vez o noticiário, me deparei com mais notícias tristes de morte entre familiares. Se não bastasse o caso de um menino de 13 anos que matou os pais e parentes ,vemos também uma mãe que é suspeita de matar as duas filhas, uma família inteira que foi envenenada e um artista que se suicida por motivo banal.
Casos como esses, têm sido comuns no noticiário e mostra o quanto a degradação familiar tem atingido muitas vidas. A inversão de valores da sociedade e a banalização da vida e dos conceitos mais elementares do viver tem feito vítimas.
A falta de um conceito daquilo que é importante tem atingido muitas pessoas, onde o “ter” é substituto do “ser”. O altruísmo foi substituído pelo egocentrismo. A corrida do materialismo por parte dos pais e a falta de limites dos filhos são alguns exemplos desta substituição. Infelizmente, o valor da vida é tão desprezada por essa geração que hoje se mata e se tira a vida por qualquer motivo e circunstância.
Diante de notícias como essas, acende-se um sinal de alerta para a Igreja do Senhor onde vemos nitidamente os tempos trabalhosos que diz a palavra de Deus:
Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,(2 Timóteo 3:1-4)
Por isso é necessário que nós, como Igreja do Senhor, venhamos a nos despertar quanto a 3 aspectos relacionados ao tempo:
1) Devemos discernir o tempo que estamos vivendo: Certa vez Jesus chega para os religiosos e disse:
Hipócritas, sabeis discernir a face da terra e do céu; como não sabeis então discernir este tempo? (Lucas 12:56)
Nesta passagem Jesus alertava um povo que conhecia muitas coisas, achavam-se “super espirituais”,mas não conseguiam “discernir o tempo”. Apesar de conhecer as Escrituras e as profecias que apontavam ao Messias, os religiosos ainda pediam um sinal (Mt 16:1-4).
Assim como foi no passado muitas pessoas hoje não tem tido discernimento quanto ao tempo que estamos vivendo. Infelizmente, muitos cristãos estão tão fascinados em “prosperar” e “ter” que esquecem daquilo que lhes foi prometido, como aquilo Deus tem preparado ( Jo 14: 1-3) E foi assim também com o povo de Israel. Na época de Jesus os religiosos estavam mais preocupados com as “suas coisas” que esqueceram da promessa do Messias. Embora esperassem a vinda daquele que viria “libertar” seu povo , o “discernimento” que tinham da sua vinda era tão distorcido que quando Ele veio, muitos não creram. Outros estavam tão preocupados com a questão política da nação e o domínio político de Roma que idealizaram o Messias como um rei e governante terreno. A preocupação dos líderes religiosos, por exemplo, era com sua vida e com seu status. Esqueciam os religiosos de cuidarem da vida das pessoas em detrimento a seu bel prazer.
Diz as Escrituras que Jesus teve compaixão daquele povo e discernindo a situação daquele momento declarou que as ovelhas de Israel andavam cansadas e desgarradas, como ovelhas que não tem pastor(Mt 9:36). Jesus conhecendo aqueles religiosos censurou-os afirmando que aquilo que buscavam mesmo eram os “primeiros lugares nas sinagogas e banquetes, ou seja, buscavam ser importantes a fim de serem visto por homens(Mt 23:5-6).
Infelizmente temos visto isso em muitos lugares, onde muitos que se dizem “ministros de Deus” estão mais interessadas em si, do que no próprio rebanho. A esses já dizia o profeta Jeremias:
Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o SENHOR. Portanto assim diz o Senhor Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vós dispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e não as visitas-tes; eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas ações, diz o Senhor.(Jeremias 23:1-2).
Num tempo como hoje, devemos pedir a Deus o dom do discernimento. Creio que o maior dom destes tempos é dom do discernimento.(1 Cor 10:12). Diante de tudo que tem  acontecido e de tantas pessoas que se dizem “profetas” é necessário que venhamos verdadeiramente a discernir entre os falsos profetas e os verdadeiros, entre os falsos ensinos e aqueles que são genuínos. E assim como houve falsos profetas nos tempos antigos, assim também é hoje, como diz as Escrituras:
“Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras” (2 Pe 2.1)
O apóstolo João nos ensina a “provar os espíritos” para ver de onde procedem, pois existem muitos falsos profetas que tem se levantado no mundo(1 Jo 4:1-6). Provar significa por a prova, demonstrar a verdade e autenticidade de uma coisa com razões, fatos, testemunhos, documentos e etc.
João não pediu para darmos “amém a todas as coisas, mas antes prova-las. É por isso que não devemos ser ingênuos e acreditar que tudo que nos é ensinado provém de Deus. Devemos discernir o certo, do errado, o verdadeiro do falso e etc.
Discernir significa reconhecer , perceber, distinguir e diferenciar algo ou alguém.
Esse discernimento não é algo que vem de nós mesmos, mas de um conhecimento que vem do Espírito de Deus.
2)Aproveitando o tempo que temos – Outra aspecto que devemos considerar é que neste tempo precisamos aproveitar ao máximo o tempo que temos. A palavra de Deus diz que devemos aproveitar as oportunidade e o tempo que temos para viver uma vida de prudência. Quando diz que devemos ver prudentemente como andamos, Jesus nos faz refletir sobre a nosso condição espiritual(Ef 5:15). Com relação a isso o livro de Colossenses o apóstolo Paulo nos admoesta a nos portar com sabedoria, aos que são de fora, aproveitando aos oportunidades(Cl 4:5). Aliás, em algumas traduções das Escrituras expressão “remir o tempo” significa “aproveitando cada oportunidade”(Ef 5:16a). Paulo nos ensina nestas passagens a viver uma vida de vigilância e prudência.
Aliás em muitas  de suas parábolas Jesus também nos fala sobre a vigilância e a prudência, como na parábola das 10 virgens e dos talentos ) Na parábola de dois servos, Jesus descreve dois servos a quem Deus confiou os seus empregados para darem-lhe sustento. Enquanto um fazia o certo, ou seja, dava-lhes o necessário, para se sustentarem, o outro, mal , começou a espanca-los e a comer e beber com os bêbados. (Mt 24:46-51). A parábola termina mostrando que  servo fiel e prudente soube aproveitar as oportunidades. (Mt 24:46).
Quando falamos de remir, isto significa “ter em nosso poder” o tempo, aproveitando o máximo a oportunidade que nos é dada. Existem pessoas que não oram mais, que não leem a palavra e que esqueceram por completo das coisas de Deus. Somos distraídos facilmente com o entretenimento quer ele dentro ou fora da igreja. Numa época como a de hoje devemos aproveitar da melhor maneira possível o nosso tempo. Jesus lamentou e chorou a negligência do povo judeu por não aproveitar e reconhecer o tempo da visitação de Deus(Jesus) em suas vidas. (Lc 19:44).
Disse Jesus: “Ah, se tu conhecesses também, ao menos “NESTE DIA” o que a tua paz pertence” (Lc 19:42)
Jesus estava dizendo: “Ah, se soubessem que EU SOU , você teria a paz que necessita.”
Enquanto, muitos oravam pela vinda do Messias no templo,Jesus passava perto do lugar de adoração naquelas mesmas ruas de Jerusalém, montado em um jumentinho. Temos, portanto que estar atento “espiritualmente” para não perdemos tempo e oportunidade. Enfim, eles não perceberam que aquele que fazia sinais e maravilhas e estava junto deles, era o Enviado.
Como já havia dito, a preocupação com esta vida, muitas vezes nos leva a não conseguir enxergar que Deus está tão próximo. Os discípulos no caminho de Emaús estavam tão preocupados e tristes que não conseguiam enxergar que Cristo estava ao lado deles (MT 24:13-35). Podemos perder a oportunidade de estar com Deus se nos preocuparmos excessivamente com nossos interesses ou nossos problemas. É necessário portanto aproveitar ao máximo o tempo que temos, pois o tempo de Deus está próximo.
3) Entender que o tempo de Deus está próximo – E assim como muitos religiosos judeus não perceberam quando o Messias chegou, HOJE, muitos cristãos estão também com com relação a volta de Cristo. Os sinais de sua vinda estão bem visíveis, mas muitos preferem não “enxergar” os sinais deste tempo. Jesus diz que assim como foi nos dias de Noé, onde comiam, bebiam e se casavam , assim será na volta do Filho do Homem(Mt 24:38-39).  Diz as Escrituras que eles não “perceberam”até que veio o dilúvio(Mt 24:39)
Muitos não estão percebendo, mas um dos sinais da vinda de Cristo é justamente o que foi relatado no início deste estudo,  a desagregação familiar como está escrito:
E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai ao filho; e levantar-se-ão os filhos contra os pais, e os farão morrer(Marcos 13:12).
A palavra de Deus diz que os dias são maus e o mundo jaz no maligno(Ef 5:16b; 1 Jo 5:19b).
Também diz:
Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver, e, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.(Mateus 24:21-22)

Diz as Escrituras que o tempo se abrevia, ou seja , se torna cada dia, mais curto, ou reduzido. Como diz as Escrituras:
Isto, porém, vos digo, irmãos, que o tempo se abrevia; o que resta é que também os que têm mulheres sejam como se não as tivessem; E os que choram, como se não chorassem; e os que folgam, como se não folgassem; e os que compram, como se não possuíssem; E os que usam deste mundo, como se dele não abusassem, porque a aparência deste mundo passa(1 Coríntios 7:29-31)
Quando fala que o tempo tem sido abreviado, temos a impressão que por ser curto o tempo não haverá mais chance de pessoas se salvarem. Parece que seria necessário que Ele “estendesse” o tempo. Porém a realidade é que o Senhor tem abreviado o tempo, para que muitas pessoas não venham a sofrer, nem se angustiar e nem se desfalecer na  sua fé,  mas que sejam poupadas das terríveis coisas que há de vir.  Como já falamos os dias são maus e a tendência é piorar cada dia mais.  Por isso que Jesus nos diz que devemos viver como se nada fosse nosso, pois tudo isso passaria.  É claro que devemos buscar aquilo que necessitamos, porém não devemos “viver em função dessa busca pelo ter.
Diz as Escrituras:
“Se o Senhor não abreviasse aqueles dias, ninguém se salvaria mas Ele, por causa dos eleitos que escolheu, abreviou aqueles dias.” (Marcos 13:20)
Jesus se refere a grande tribulação que acontecerá e que de certa forma no “princípio das dores” já está acontecendo.
Abreviar o tempo ,portanto, significa encurtar o tempo de tribulação para que muitos que estão crentes ou vão ser, não venham a desfalecer pelas tribulações que hão de acontecer.  Por tudo isso devemos “REMIR O TEMPO”, “URGENTEMENTE”.
Devemos entender que o tempo da vinda de Cristo está próximo, como diz os santos profetas :
Porque está perto o dia, sim, está perto o dia do Senhor; dia nublado; será o tempo dos gentios. (Ezequiel 30:3)
Ai daqueles que desejam o dia do Senhor! Para que quereis vós este dia do Senhor? Será de trevas e não de luz. (Amós 5:18).
Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão(2 Pedro 3:8-10)
Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo(Apocalipse 1:3)
Anderson Cassio de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...