sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Quarto Cavaleiro do Apocalipse

Um dos livros que sempre gostei de estudar com cuidado especial é o livro de Apocalipse. Sua dificuldade interpretativa sempre me motivou a buscar os melhores tradutores e a ler os originais com devotada atenção. Um livro que fala dos últimos dias, um livro escrito para os nossos dias.
Recentemente o vídeo chamado "Suposto Cavaleiro do Apocalipse no Egito", trouxe de volta a leitura profética e a curiosidade temporal do Apocalipse. Estamos mesmo no fim? Estão se cumprindo as profecias? Supondo que o vídeo não seja uma montagem, e que isso seja uma manifestação espiritual visível e real, creio que precisamos compreender algumas coisas bem importantes.
O que está acontecendo no Oriente Médio, em especial no Egito, e ao redor do mundo, nada mais é que uma prova cabal de que as profecias estão cada vez mais próximas e presentes em nossa geração. Um breve passeio pelo texto de Lucas capítulo 21 diz o seguintes, nos versículos 11 e 12:
"Haverá grandes terremotos, fome e pestes em vários lugares, e acontecimentos terríveis e grandes sinais provenientes do céu. Mas antes de tudo isso, prenderão e perseguirão vocês. Então os entregarão às sinagogas e prisões, e vocês serão levados à presença de reis e governadores, tudo por causa do meu nome".


Em nenhum outro momento da história vimos tão grande manifestação da natureza em proporções como temos visto nos últimos 10 anos. Além de vivermos sobre a maior perseguição missionária da igreja segundo o site Portas Abertas. Em nenhum outro momento o povo evangélico teve tanta participação política e influência partidária como em nossos dias, tanto no Brasil, como nos países onde existe liberdade de expressão religiosa. Isto significa que segundo as profecias ditam estamos vivendo tempos difícies, tempos de guerras civis, ajustes de poder, domínios culturais e porque não, tudo isso como manisfestações espirituais no tempo e espaço.
Os quatro cavaleiros, em minha simplória interpretação, são sistemas de domínio de massa comandados por Satanás quanto a destruição, e autorizados por Deus quanto a manifestação, para juízo do mundo todo. Estes sistemas ditam regras e leis, ajustando culturas e estabelecem domínios territoriais, levando a história para a proximidade do fim. Nesta caso o quarto cavaleiro possui uma característica única. Vejamos:
Apocalipse 6: 8 Olhei, e diante de mim estava um cavalo amarelo. Seu cavaleiro chamava-se Morte, e o Hades o seguia de perto. Foi-lhes dado poder sobre um quarto da terra para matar pela espada, pela fome, por pragas e por meio dos animais selvagens da terra.
Recentemente uma estranha mortandade de animais tomou conta da última estação em várias partes do mundo. O número de doenças e enfermidades tem crescido assustadoramente, e o mais agravante tem sido a potencialização de novos vírus. Civis morrendo em manifestações, além de desgraças naturais como enchentes, deslizamentos, furacões, etc, estão matando aos milhares. O genocídio das massas tem crescido sobre a terra e isso é um grande sinal apocalíptico.
O mais surpreendente sobre a o quarto cavaleiro, é que a morte e o inferno possuem autoridade sobre 1,5 bilhão de pessoas. Essas pessoas morrerão separados do conhecimento de Deus. A característica desse cavaleiro é assustadora, ele possui uma cor verde-pálido (amarelado). A cor da desgraça. Em grego essa é a idéia expressa no original (- híppos khlorós).
Isso nos leva a crer que é chegado o tempo da desgraça sobre o mundo que rejeita Deus. Os cavaleiros ceifarão a vida daqueles que desconhecem a Palavra de Deus e os seus atributos. Até mesmo os cristãos nominais sofrerão diante das calamidades mundiais que virão sobre a terra.
O espírito territorial que está sobre o Egito neste momento, é o mesmo que está sobre o caos civil instaurado em vários países, como norma e regra de vida. Não conheceremos, nem saberemos quanto Jesus voltará, mas ele enviaria sinais claros da sua volta. E os cavaleiros do Apocalipse são manifestações claras de nossos dias. Sim, estamos perto do fim.
Ainda que este vídeo da EURONEWS seja falso, o sinal deste vídeo é verdadeiro. Ainda que não haja um cavaleiro de verdade, há todas as prerrogativas dele, há guerra, há violência, há revolta, há desgraça, que é a cor do quarto cavaleiro. Oremos e esperemos o cumprimento dessas profecias. A ELE TODA A GLÓRIA! MARANATA SENHOR!

Autor: Bruno dos Santos

Um comentário:

  1. Mentira viu. Sou muito religioso, mas isso aí não é. é so o reflexo da luz na camera.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...