domingo, 7 de março de 2010

Mega Sena... E acumulada!

“Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde os ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam;” (Mateus 6:19-20)
Nos últimos dias os noticiários têm divulgado a história de um grupo de apostadores da Mega Sena que mesmo tendo acertado todos os números do sorteio não teve direito ao prêmio, possivelmente por uma falha humana ocorrida na lotérica na qual jogaram. Advogados já foram acionados a fim de reverter a situação, e esta história certamente já roubou a paz dos quase milionários.
Interessante pensar em como a vida daqueles que acertam na Mega Sena é transformada. A partir dos altos ganhos, todos os sonhos de consumo materiais, e mesmo aquilo que nunca antes fora pensado, tornam-se realidade. Mas e os atributos intangíveis, como paz, alegria, amizades verdadeiras, será que podem ser comprados? Indo ainda mais longe: e a sua alma, quanto vale?
A vida eterna ao lado de nosso Senhor Jesus Cristo é impossível de ser paga com bens materiais. Ainda que fizéssemos doações milionárias ou ainda que doássemos o pouco que temos, nada passaria de boas obras – isto se tivesse intenção genuína. As boas obras e doações são a demonstração pública da fé do cristão (Tiago 2:14-26), mas não são a chave para entrada no céu. Se as boas obras são a demonstração pública da fé do cristão, logo existe algo que precisa ser feito antes das boas obras: ter fé em Jesus e em seu sacrifício na cruz por nós.
Os valores grotescos distribuídos na Mega Sena e outras modalidades de jogos permitem que seus ganhadores tenham o “mundo em suas mãos”, mas não há dinheiro algum no mundo que compre uma entrada nos céus. Ela oferecida gratuitamente para nós, mas custou a vida de Jesus. Em outras palavras, já foi paga, basta crermos nisto conforme está escrito na Bíblia! (Romanos 10:9).
Quando Jesus foi tentado no Monte, o inimigo ofereceu a Ele o mundo:
“e lhe disse: Tudo isto te darei se prostrado, me adorares.” (Mateus 4:9)
Contudo, Jesus não aceitou esta oferta que para muitos seria irrecusável. Graças ao conhecimento da Palavra de Deus (note que todas as ofertas feitas neste capítulo de Mateus eram recusadas com base nas Escrituras, e desejo que você aplique isto em sua vida) Jesus conseguiu livrar-se das artimanhas do inimigo e vencer as tentações.
“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16:33)
O assunto riqueza material, por muitos chamado de “prosperidade”, certamente rende muita polêmica. Porém, independentemente de sua situação financeira no momento, saiba que Jesus tem o melhor para aqueles que o amam (1 Cor 2:9). E “o melhor”, que sob nosso olhar limitado normalmente são pedidos de fortunas passageiras, certamente é algo que vai além do nosso entendimento e, por vezes, não tem relação alguma com riquezas materiais. Vale reiterar: é o melhor.
“Porque nada temos trazido para o mundo, nem coisa alguma podemos levar dele.” 1 Tim 6:7
Compartilhando a verdade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...