segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Dia das Crianças

O Dia das Crianças no Brasil foi "inventado" por um político. O deputado federal Galdino do Valle Filho teve a ideia de criar um dia em homenagem às crianças na década de 1920.

Na década de 1920, o deputado federal Galdino do Valle Filho teve a ideia de "criar" o dia das crianças. Os deputados aprovaram e o dia 12 de outubro foi oficializado como Dia da Criança pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924.

Mas somente em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas, é que a data passou a ser comemorada. A estratégia deu certo, pois desde então o dia das Crianças é comemorado com muitos presentes!

Logo depois, outras empresas decidiram criar a Semana da Criança, para aumentar as vendas. No ano seguinte, os fabricantes de brinquedos decidiram escolher um único dia para a promoção e fizeram ressurgir o antigo decreto.

A partir daí, o dia 12 de outubro se tornou uma data importante para o setor de brinquedos.

Em outros países

Alguns países comemoram o dia das Crianças em datas diferentes do Brasil. Na Índia, por exemplo, a data é comemorada em 15 de novembro. Em Portugal e Moçambique, a comemoração acontece no dia 1º de junho. Em 5 de maio, é a vez das crianças da China e do Japão comemorarem!

Dia Universal da Criança

Muitos países comemoram o dia das Crianças em 20 de novembro, já que a ONU (Organização das Nações Unidas) reconhece esse dia como o dia Universal das Crianças, pois nessa data também é comemorada a aprovação da Declaração dos Direitos das Crianças. Entre outras coisas, esta Declaração estabelece que toda criança deve ter proteção e cuidados especiais antes e depois do nascimento.
Um mundo com bonecas, patins, bola de gude, brigadeiro, bicicleta, desenho animado. O universo da criança é um lugar único, com regrinhas bem especiais:

* ficar alegre, dia sim e dia sim, com coisas simples;
* não guardar nada, porque perdoar é facinho, facinho;
* fazer amigos do peito sem nem saber o nome deles;
* acreditar que tudo vai dar certo, sempre.


Pequenos seres sorridentes, que amam correr atrás de uma bola, comer doce, sorrir, eles mudam qualquer ambiente do planeta, pelo mero fato de estarem ali.

Mas é exatamente a condição fugidia desses “pitocos” - tão puros e confiantes - que justifica a consagração de uma data: 12 de outubro.

Afinal, os anos passarão, e todos mudarão, de um jeito ou de outro. Uns mais fortes, outros mais firmes, outros mais machucados. Alguns perderão a maciez da pétala de rosa e passarão a ser galhos fortes de uma roseira.

Quantas vezes paramos e pensamos: "Como seria bom poder voltar, e viver os dias de meninice..." E sendo isso impossível, nos consolamos com a presença de filhos, netos ou sobrinhos.

Porém, nada impede que um adulto, calejado pelo lado de fora, moldado pelos ventos da praia da vida, tente ainda ser uma criança em seu coração.

De fato, Jesus - o Mestre - declarou que isso não deveria ser meramente uma aspiração, mas uma meta, pois dela dependeria a vida eterna:

Em verdade vos digo que, qualquer que não receber o reino de Deus como uma criança, não entrará nele. (Lc 18:17).

Ame sempre as crianças, deixe que sua realidade seja envolvida pela delas, e poderá festejar este fato todos os dias da sua vida.

Feliz Dia das Crianças a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...