quarta-feira, 9 de julho de 2014

Tenho Chamado Missionário?

Por diversas vezes já pude presenciar ministros do evangelho falarem a respeito do “chamado missionário”, mas eu sempre me questionei a respeito deste assunto.
Jesus nos fala em Mc 16:15: “Portanto, ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”. Essa passagem das escrituras não é um pedido especial de Jesus ou um favor que nos pediu, esta passagem é na verdade um mandamento, uma “MISSÃO”.

Todo o cristão que tem a virtude do Espírito Santo em sua vida e reconhece o valor e o poder da aliança feita entre Deus e o homem através do sacrifício de Jesus automaticamente sente na sua vida desejo de resgatar aqueles que estão perdidos e em trevas e isso para mim já é um “chamado missionário”, logo, todo o cristão tem um chamado missionário em sua vida. Mas isso não significa necessariamente ir para outro país ou algo semelhante.

Nossas vidas devem ser um testemunho vivo do poder de Jesus onde quer que estejamos,seja na padaria da esquina,no trabalho,na escola ou até mesmo caminhando pela rua, seja orando ou contribuindo, também se faz missões. Lógico que quando ouvimos falar em chamado missionário a primeira coisa que nos vem à mente é a missão internacional e na maioria das vezes é a isto que os ministros se referem, e isso também exige um chamado missionário, porém, este é um chamado mais específico, visto que as dificuldades nesse campo de ação são normalmente bem maiores.

Todo Cristão é ou pelo menos deve ser um missionário, devemos cumprir o nosso “ide” e falar do amor de Deus e da salvação através de Jesus a todos quanto for possível, da maneira que for possível, seja fazendo,orando ou contribuindo com a obra missionária, Deus se alegra com um coração desejoso de ganhar almas para seu reino.

Na igreja também, de uma forma geral, tudo o que realizamos, cada ação, cada setor, desde o pastor até a pessoa que faz a limpeza, tudo deve partir do desejo de ganhar almas para o reino de Senhor. De nada adianta, por exemplo, sermos o melhor cantor, musico, ou pregador, ensaiarmos durante horas, ou prepararmos uma mensagem perfeita e eloquente, ou até mesmo ficar jejuando e orando por dias, se no nosso coração não haver um desejo puro de fazer a obra esperando realmente a conversão de almas, e a aproximação de pessoas a Deus, e veja que eu disse “Deus” e não “Igreja”, todos devemos e temos a obrigação de ir á igreja para aprender mais do Senhor e isso é essencial para nossa vida espiritual e para a nossa salvação, mas a primeira coisa em nossa mente deve ser “almas” e a segunda “para Deus”.

Não há mais tempo a ser perdido procurando proveito próprio, ou fama, ou lucro, ou reconhecimento ministerial, faça a obra, e faça para Deus, seu tesouro não esta sendo juntado na terra, mas sim no céu, e que naquele grande dia da sua vinda, Jesus possa nos recompensar segunda as nossas obras, pois fama, lucro, reconhecimento, honras, nada disso vai valer, Ele vai querer ver nossas obras, como está escrito em Ap.22,12.

Para encerrar gostaria de citar uma frase daquele que considero uma das maiores referências ministeriais dos tempos modernos da igreja, o saudoso David Wilkerson, que dizia: “Precisamos sentir a dor de Deus pelos perdidos da Terra”.

Precisamos orar e assim como David Wilkerson, receber de Deus o mesmo sentimento que Ele tem pelos perdidos, o mesmo Amor, e assim se tornará impossível permanecer inertes ao “Ide” que nos foi ordenado.

Você pode, você consegue, você vai conseguir, pois fiel é aquele que nos chamou, Ele está em você e isso basta para o trabalho.

http://www.bibliacomentada.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...