sábado, 24 de agosto de 2013

A Igreja, segundo o Projeto de Deus

A Igreja não é o prédio onde nos reunimos, no entanto, ainda assim é um edifício. Um edifício espiritual feito de pedras vivas.

Toda igreja local deve ser um edifício, no entanto, um grupo cristão pode se reunir aos domingos e ainda assim não ser um edifício. Para ser um edifício as pedras deve ser colocadas umas sobre as outras e ligadas pela argamassa do Espírito. Pedras isoladas e amontoadas aos domingos não constituem um edifício.

Quando falamos da Igreja como Edifício precisamos ter em mente pelo menos quatro implicações práticas:

1) A Planta do Edifício (Ex 25.40). (os capítulos 25-27 falam da construção do tabernáculo)
Quando Deus ordenou a Moisés que construísse o tabernáculo tudo deveria ser feito de acordo com o modelo mostrado no monte. Na obra de Deus não há lugar para criatividade humana, tudo deve ser feito segundo o modelo de Deus. Deus é um construtor sábio e não iria nos colocar em uma obra sem nos dar o modelo, a planta do que deve ser edificado. Precisamos conhecer a planta.

2) O Alicerce do Edifício (Ef 2.20-22)
A obra de muitos líderes cristãos se resume em construir prédios. Enquanto estão construindo um prédio pensam que estão edificando a Igreja. A verdadeira Igreja é constituída por pessoas regeneradas e a sua base é o fundamento dos apóstolos e profetas. Toda obra começa pelo alicerce, é a parte mais importante, o alicerce nada mais é, do que a revelação do Senhor Jesus. Em Mateus 16.18 Jesus disse que iria edificar a Igreja sobre a rocha e a rocha era Ele mesmo. A revelação de Cristo é o fundamento da Igreja. Devemos ser absolutamente cuidadosos para não lançarmos outro fundamento (I Cor 3.10).

3) O Material da Construção (I Cor 3.10-13).
O texto de I Coríntios trata da edificação da Igreja e de quais materiais podem ser usados na sua edificação. Seis tipos de materiais são descritos: Ouro, prata, pedras preciosas, madeira, palha e feno.

Palha faz grande volume mas, quando queima não fica nada.

O Ouro pode ser em pequena quantidade, mas tem valor e é eterno. O Ouro aponta para a natureza de Deus, a Prata a Obra de Jesus e as Pedras preciosas para a obra do Espírito Santo.

A madeira, a palha e o feno apontam para a carne, o esforço e o entendimento humano.

Feno – Erva ceifada e seca para alimento de animais; planta gramínea (famíla de plantas monocotiledôneas de flores nuas, em espigas, cujo caule é sempre um colmo. Deus não olha tanto para o que estamos fazendo, mas se preocupa muito com qual força estamos fazendo. Se a sua obra é fruto da capacidade natural e do seu talento então você não está edificando.

A Construção (I Pedro 2.5). A Igreja é constituída de pedras e não de tijolos. Em Gênesis 11 vemos a construção da Torre de Babel. Esta torre era feita de tijolos, os tijolos representam a obra humana. Tijolos são feitos pelo homem, as pedras por outro lado não podem ser feitas, são no máximo buriladas. As pedras representam a obra de Deus.

Se o nosso alvo é edificar algo para a nossa glória pessoal, para exaltar o nosso nome, então estamos edificando uma torre de Babel e não a Igreja. A Igreja é constituída de pedras vivas. O material de construção é Cristo e a própria construção é Cristo. Tudo o que não provém de Cristo não é Igreja.


Que sejamos construtores prudentes que edificam de acordo com o projeto de Deus.


Pr. Hebert Junker

2 comentários:

  1. Paz, pb Maurício...

    Percebi q há um link do meu blog por aqui, fiquei imensamente feliz. Estarei divulgando seu blog lá no meu tb, e assim estaremos divulgando a semente do Senhor da Vinha.

    http://bispoerisvaldo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Caríssimo, é uma honra servir na Olaria do Rei! Saudações fraternas em Cristo.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...