sexta-feira, 5 de julho de 2013

O Bom Vinho


“Moabe tem estado em paz desde a sua mocidade e repousado como o vinho com seus resíduos; não foi decantado de vasilha em vasilha, nem foi para o cativeiro; por isso, o seu sabor é o mesmo, e o seu cheiro não mudou"
(Jr 48:11).

A decantação de um vinho consiste em uma operação simples, porém cuidadosa, para remover o sedimento ou borra ou depósito do fundo da garrafa, em geral existentes no vinhos muito envelhecidos. Esse sedimento é constituído por várias substâncias que se formam durante o envelhecimento do vinho na garrafa e que vão se depositanto no fundo da garrafa, provocando, quando bebido, a sensação desagradável de uma fina areia na boca.

Cristãos que não se deixam transformar são como vinhos envelhecidos que não passam por decantação. Eles não mudam, tem sabor e cheiro envelhecido e são desagradáveis ao paladar de Deus. Essa sentença é dura, mas é verdadeira, não podemos passar a vida inteira repousados com nossos resíduos: sempre os mesmos pecados, sempre a mesma imaturidade. NÓS PRECISAMOS SER TRANSFORMADOS TODOS OS DIAS!

Sabe aqueles cristãos que estão sempre bem? Não passam por lutas, não passam por tribulações, para eles as coisas estão muito bem como estão, eles simplesmente estacionaram na fé, não mudam e nem querem mudar! Nós não podemos ser assim! Se o Espírito Santo não tem operado mudança em você, é porque algo está errado, provavelmente seus resíduos já estão lá no fundo da garrafa. Quando o vinho é decantado, além de limpo, ele também é oxidado. Ele ganha vida nova, ele solta um sabor e aroma que estavam guardados. Esse processo renova o vinho, tornando-o mais saboroso! Você não gostaria de ser um vinho saboroso ao paladar de Deus? (Eu gostaria!) 

Saia do estado de repouso, saia do comodismo, não seja banal. Quanto mais tempo você passar nesse estado, mais os resíduos irão se acumular no fundo, o que antes te escandalizava passará a ser normal (quantas vezes não passamos por isso?). 

“por isso seu sabor é o mesmo e o seu aroma não mudou” Imagino Deus sentindo em nós o mesmo aroma e sabor desagradável, quão terrível deve ser! Deus abomina tanto essa pacividade, que amaldiçoou Moabe e prometeu destruir-los!

Enquanto nos calamos, o pecado nos consome, e quando Deus se cala, não é porque se conformou com nossos pecados, mas porque pecamos tanto que Ele se afastou de nós (Deus nunca se conforma, Ele é imutável). 

“Estas coisas tens feito, e eu me calei; pensavas que era tal como tu, mas eu te argüirei, e as porei por ordem diante dos teus olhos” (Sl 50:21)

Se você está pecando e não sente mais o arrependimento, avalie si mesmo, peça perdão, busque a presença de Deus, clame! Peça pra Deus colocar por ordem diante dos teus olhos.

Acho a ilustração do vinho perfeita, para sabermos se um vinho é bom, cheiramos e então provamos. Deus quer sentir em nós um aroma agradável e um sabor único, isso é essencial!

Não repouse com os seus resíduos. Não podemos nos conformar com nossos pecados, com nossas fraquezas, precisamos lutar contra elas e vencê-las! É necessário matar um leão por dia, chorar, clamar e não conformar-se. Deus nos ama como como somos, mas não deseja nos deixar como estamos!

ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. (Rm. 12,1-2).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...