quinta-feira, 4 de julho de 2013

Ladrões da Gratidão

1. A NORMALIDADE DAS COISAS ROUBA-NOS A GRATIDÃO
 Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa. E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo:  Por que é este desperdício?  Mt 26.7,8 .
"E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador." (Lc 5:8)

O ditado diz: “Só sabemos valorizar as coisas quando as perdemos” Habituamo-nos tanto à presença de coisas, de pessoas em nossas vidas que por vezes tendemos a esquecer que coisas e pessoas não são um dado garantido e eterno em momento algum. Esta "habituação", leva-nos a não sermos tão gratos como deveríamos realmente ser.


2. A CHEGADA DAS COISAS ROUBA-NOS A GRATIDÃO
"A esperança adiada desfalece o coração, mas o desejo atendido é árvore de vida." (Prov 13:12)
Quando não temos algo, sempre colocamos grandes expetativas no desejado. Pensamos: "Quando conseguir isso ou aquilo, vou ser a pessoa mais grata de sempre".
A verdade é que geralmente não é assim! Uma pessoa grata a Deus, é capaz de demonstrar gratidão antes de alcançar o que muito deseja.


3. ACHAR QUE O QUE TEMOS NÃO É SUFICIENTE, ROUBA-NOS A GRATIDÃO
"Estes são murmuradores, queixosos da sua sorte, andando segundo as suas concupiscências, e cuja boca diz coisas mui arrogantes, admirando as pessoas por causa do interesse." (Jud 1:16)
Pensemos em Eva no jardim, no princípio da criação.
Tinha tudo, dominava sobre tudo, no entanto o fruto proibido fora o mais apetecido. Hoje este sentimento ainda perdura dentro de cada um de nós.
O diabo a fez crer, assim como tenta connosco, que o lhe faltava seria o que lhe faria completa.

"Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes."  (I Timóteo 6 : 8)
Parece que para muitas pessoas a única coisa que falta é a “cereja em cima do bolo”, para que comecem a ser mais gratos. No entanto, não nos falta nada para que devamos agir com gratidão a Deus, senão mesmo a gratidão.


4. ACHAR QUE MERECEMOS O QUE RECEBEMOS ROUBA-NOS A GRATIDÃO:
Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama. Luc 7.47
Quanto mais percebermos aquilo que Deus tem feito em nós e por nós, através de Jesus Cristo, mais gratos iremos ser. Uma super valorização de nós mesmos, pode-nos tornar não somente egocêntricos, assim como INGRATOS.


5. SER CONDUZIDO PELAS CIRCUNSTÂNCIAS ROUBA-NOS A GRATIDÃO
O SENHOR é bom, ele serve de fortaleza no dia da angústia, e conhece os que confiam nele. Naum 1.7
Qualquer pessoa consegue ser feliz quando tudo supostamente corre bem. O desafio que Deus propõe-nos é superar e ser constantes apesar das circunstâncias adversas que se possam levantar,

E, perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam. (Atos 16:25)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...