sexta-feira, 19 de julho de 2013

Jesus e a Alegria

A mensagem de Jesus é de alegria e não de tristeza, não há qualquer dúvida disso. A principal queixa dos fariseus, o que os fazia julgar que Jesus não era o Filho de Deus, era que Jesus comia com publicanos e prostitutas, mas quem eram os publicanos? E por que era tão reprovável andar com eles? Os publicanos eram coletores de impostos nas províncias do Império Romano e eles eram considerados grandes pecadores porque sempre estavam envolvidos em corrupção e não raro, cobravam do povo bem mais do que devido para lucrar com o restante.

Mas Jesus sabia quem eram os publicanos e as prostitutas, tanto é que Mateus (apóstolo de Jesus) era publicano, deixou o ofício para seguir ao Mestre. Zaqueu também era publicano e Jesus se hospedou na casa dele.

Deus não faz acepção de pessoas, foi a conclusão que chegou Pedro registrada no Livro de Atos 10:34.  Também em Romanos, Paulo aborda a questão: "Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas." (Romanos 2:11), por esta razão Jesus comia com publicanos e prostitutas, porque Ele veio para todo o que O buscar de todo coração, porque Ele não faz distinção de credo, cor, raça, nacionalidade ou time de futebol.

Sua mensagem é de alegria e não de pesar, embora muitos cristãos desavisados insistem em crer que ser evangélico é ser triste, introspectivo, carrancudo, numa trajetória absolutamente oposta à mensagem de Jesus que veio para trazer a alegria da salvação para todo o que crer.

Jesus era um homem do Seu tempo e fazia exatamente o que era costume se fazer na época. Ele frequentava festas, ia de cidade em cidade com Seus discípulos e as mulheres serviam a Jesus com seus bens.

O primeiro milagre de Jesus aconteceu numa festa. Ele, Sua mãe e seus discípulos foram convidados para uma festa de casamento em Caná da Galiléia e durante a festa acabou o vinho. Maria vendo a aflição dos donos da casa foi e pediu que Jesus fizesse alguma coisa, porque ela sabia quem era Jesus. Ele retrucou, disse que a hora Dele ainda não era chegada, mas acabou fazendo o que talvez seja o milagre de Jesus mais conhecido, transformou a água em vinho e vinho bom, a ponto do mestre de cerimônias questionar o dono da festa, porque se deve servir primeiro o vinho de melhor qualidade para depois (com os convidados já embriagados) se servir o de qualidade inferior. (João 2)
Jesus tem a unção da alegria e mesmo quando Ele chorou, não há registro de que tenha sido de tristeza. Ele chorou na frente do sepúlcro de Lázaro, mas não foi de saudades porque Ele sabia que ia ressuscitá-lo, chorou porque, como Deus, Ele viu além daquela pedra e contemplou a miséria humana e o que o pecado fez com a criação de Deus.

Jesus nunca foi triste, Sua mensagem é de  paz aos oprimidos, perdão para os culpados, alegria para os abatidos, os tristes e liberdade para os escravizados. A mensagem de Jesus é positiva, não é mensagem de negação, de oposição, antes, é de libertação e alegria. Não se pode falar de alegria com cara de poucos (ou nenhum) amigos.

Mas Jesus é alegria e quer fazer maravilhas em nossas vidas para que nós também tenhamos alegria em abundância. Quando Ele entra na vida de alguém Sua obra é completa, Ele salva nossas almas e nos torna vencedores em todas as áreas de nossas vidas, para que nossa alegria seja completa Nele. Ele é o Deus que realiza o desejo do nosso coração. Ele é o Deus que tem planos que vão nos dar o fim que desejamos.

Acredite! Levante os olhos para Jesus, entregue seu coração e saiba que Ele tudo fará para que seu coração goze de paz e alegria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...