segunda-feira, 29 de abril de 2013

É difícil se humilhar?

Não deveria ser difícil para nós mesmos nos humilharmos, pois do que podemos nos orgulhar? Temos de assumir o lugar mais simples, sem que alguém nos diga que devemos fazer isso. Se formos honestos e sensíveis, seremos insignificantes em nossa própria avaliação. Especialmente diante do Senhor, quando estamos em oração, nos sentiremos como nada. Ali, não podemos falar a respeito de méritos, pois não temos nenhum. Nosso apelo único e exclusivo deve volver-se à misericórdia: "O Deus, sê propício a mim, pecador" (Lc 18.13).


Esta é uma promessa estimulante, procedente do trono de Deus. Seremos exaltados pelo Senhor, se nos humilharmos. Para nós o caminho da exaltação é a humilhação. Quando ficamos despidos de nosso "eu", somos vestidos com humildade; e essa é a melhor das vestimentas. O Senhor nos exaltará em paz e felicidade de espírito. Ele nos exaltará ao conhecimento de sua vontade e à comunhão consigo mesmo. O Senhor nos exaltará no gozo da justificação e do perdão dos pecados.


Deus coloca as suas honras sobre aqueles que são capazes de vesti-las, para a glória do seu Doador. Ele dá utilidade, aceitação e influência àqueles que não se orgulharão por tais coisas e, ao contrário disso, sentir-se-ão humildes pelo senso de sua grande responsabilidade. Nem Deus, nem os homens se importam em exaltar a pessoa que exalta a si mesma; todavia, tanto Deus quanto os homens bons unem a honra à dignidade modesta. O Senhor, humilha-me, para que eu seja exaltado em Ti.

Charles Haddon Spurgeon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...