quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Andar com Deus


 Andar com Deus, não é um andar simplesmente geográfico, de um lugar para o outro. Uma pessoa pode não possuir as pernas, mas pode andar com Deus. Tudo o que o Senhor deseja é que o homem ande com Ele. E andar com Deus não é apenas uma oportunidade, ou um desafio. Também não é uma responsabilidade ou uma promessa. Andar com Deus é um modo, um estilo de vida, uma expressão de comportamento. Aquele que anda com Deus se torna diferente das outras pessoas. Ele manifesta a própria vida do Senhor Jesus em sua história.


Vemos no Velho Testamento, no livro de Gênesis, que Deus criou o homem com um propósito: Para andar com Ele. A Bíblia diz que na viração do dia, no jardim do Éden, Deus caminhava com o homem. Mas houve o momento que Adão decide se afastar do Senhor. A criatura afronta o Criador. O homem resolve caminhar sozinho, o engano passa tomar conta do coração e ele acredita ser capaz de determinar o que era bom ou mal. Acredita que ser independente de Deus era a melhor opção, o melhor caminho a seguir. A melhor escolha.

Adão volta as costas para Deus, dizendo: “Eu quero andar por mim mesmo”. Em Isaias 53.6, está escrito: “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos.” Ou seja, a escolha pela desobediência afastou o homem de Deus e da santidade, e o lançou no pecado e na perdição.

Mas as Escrituras também nos mostram que muitos homens foram sábios e fizeram a escolha certa: Andaram com o Senhor.

No capitulo 5 de Gênesis, encontramos um homem que andou com Deus. Seu nome era Enoque. “Enoque viveu sessenta e cinco anos e gerou a Matusalém. Andou Enoque com Deus; e, depois que gerou a Matusalém, viveu trezentos anos; e teve filhos e filhas. Todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos. Andou Enoque com Deus, e já não era, porque Deus o tomou para si”.

Amados, a Bíblia revela que esse homem andou com Deus. Enoque andou com Deus numa época em que os homens não quiseram andar com Ele. Numa época, quando não existia a Bíblia para ensinar as pessoas a andarem com Deus. Numa época que não tinha pregadores, exortando as pessoas a andarem com Deus. Ele andou com Deus, num tempo quando o Espirito Santo, não habitava dentro do homem, mas mesmo diante de todas as ausências, ele escolheu o Senhor.

Esse andar, que se repete por duas vezes no versículo, não era um andar físico, pois como disse, uma pessoa pode não possuir as pernas e andar com Deus, durante toda a vida. Esse andar significa INTIMIDADE com DEUS no relacionamento, é expressar o “andar com Deus” de uma maneira verdadeira e intensa!

Aprendi que tudo na vida é uma questão de escolha. Quando uma pessoa escolhe andar com Deus, os valores mudam. Você olha para ela e percebe algo diferente. O estilo de vida muda. A maneira de olhar não é mais a mesma. Os planos e propósitos agora são outros.

Quando uma pessoa se entrega a Jesus, ela não muda de religião. Ela muda de caminho. Ela caminhava em direção à morte, agora caminha em direção à vida.

 Jesus Cristo disse: “se alguém quer vir após mim, negue a si mesmo, toma a sua cruz e siga-me” Lucas 9.23.

Ele também disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim.” João 14.6. Ele é o verdadeiro Caminho. Aleluia! Quando Quando temos essa compreensão tudo muda.

 O andar com o Senhor exige abandono completo do desejo natural da busca pelo conforto ou poder. O andar com Deus tira o nosso “EU” do trono e coloca a vontade do Senhor acima de tudo. Mateus 16.24.

 Meu querido, quando vamos ao cemitério, vemos muitas lápides escritas com palavras de elogio, direcionada à pessoa que morreu, ou simplesmente o que ela fez durante toda a sua vida, e o que ela representou para seus entes queridos e amigos. Enfim é um resumo de sua biografia.

Eu fico pensando, sobre o que meus filhos, netos, escreveriam na minha lápide; ficaria muito feliz se colocassem: "Ele andou com Deus”.

E você meu querido o que espera estar escrito na sua lápide? Será que seus filhos terão orgulho em dizer: papai ou mamãe, realmente foram um homem e mulher de Deus; eles andaram com Deus.

E, se na sua lápide estiver escrito o seu nome com a expressão “andou com Deus”, tenha certeza que este foi o seu maior testemunho. Esta foi a escolha certa. Quando começamos a entender essa realidade, permitimos que o nosso coração experimente todo o favor de Deus e tudo passa a ser bem diferente.

 Queridos, que em nossos corações nasça todos os dias um desejo desesperado de andar com Deus.

 

Fabiana Matos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...