segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Sacrifícios


“Por meio de um único sacrifício, (Cristo) aperfeiçoou para sempre os que estão sendo santificados” (Hb. 10,14).

 
Você já imaginou como funcionava o sistema de sacrifícios em Israel? Em Levítico há uma explicação detalhada de todos os procedimentos que o povo deveria seguir para obter o perdão divino por suas obras más e tornar-se santo. Um professor de Teologia confessou que o adorador era muito mais exposto com este sistema do que na atualidade. Todos viam quando lá ia ele, levando seu animal para que fosse sacrificado. “Desobedeceu ao Senhor novamente”, pensavam. Como lemos acima, a exigência de tais procedimentos era uma recordação de que se havia feito algo contra a Lei de Deus. Porém, nada daquilo podia purificar totalmente o adorador. Talvez ainda no mesmo dia ele tivesse de retornar à presença do sacerdote.

Hoje, sacrifícios daquele tipo seriam condenados pela sociedade pelo desperdício de alimento e pela crueldade com os animais. Mas, se continuamos a desagradar a Deus continuamente, por que não precisamos mais oferecer sacrifícios? Porque Cristo realizou o sacrifício perfeito quando entregou seu corpo na cruz. Não precisamos mais derramar sangue de animais, pois seu precioso sangue já foi derramado. Quando entrega sua vida a ele já foi perdoado e aceito por Deus, que esquece as falhas do passado. Agora, sempre que o desagradar, pode conversar com ele diretamente e, arrependido, confessar que errou e pedir seu perdão.

Hoje ele não deseja que sacrifiquemos animais nem que causemos dor ao nosso próprio corpo. Ele espera outro tipo de sacrifício: “Por meio de Jesus ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de louvor, que é fruto de lábios que confessam o seu nome”. Não se esqueçam de fazer o bem e de repartir com os outros, pois de tais sacrifícios deus se agrada. (Hb. 13,15-16). Ainda assim, nada que possamos fazer pode ser comparado ao que Cristo fez em nosso lugar. Sejamos gratos a Deus por isso! - VWR
 
Pão Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...