quarta-feira, 18 de abril de 2012

A Cidade das Sombras


“O povo que estava assentado em trevas viu uma grande luz; e aos que estavam assentados na região e sombra da morte, a luz raiou” (Mt. 4,16).

Hoje, assisti a um filme intitulado “Cidade das Sombras”. Trata-se de uma cidade chamada Ember, que nunca viu a luz do Sol nem da Lua… nem das estrelas! A única luz que existe é produzida por um velho gerador que ameaça deixar de funcionar, deixando assim uma cidade totalmente às escuras e ser engolida pela escuridão enquanto o presidente se vai apoderando dos últimos recursos que restam à cidade criando um ambiente de revolução. Mas enquanto isso dois jovens de doze anos vão decifrando vários enigmas que os vão levar para uma nova cidade.

Lembrei-me da História da Salvação...

No campo espiritual, temos dois Reinos: o das Trevas e o da Luz.

O Reino das Trevas que começou com a rebelião do anjo querubim contra Deus no céu, é império das trevas, domínio do diabo. É o reino de crueldade; é espiritual. É um reino de trevas, isto é, de confusão, de pecado, de escravidão, de medo, de possessão, de enfermidade, de impureza, de ódio, de idolatria, de guerras. É um reino de orgulho, de crueldade, de homicídio, de maldade, de malícia, de astúcia, de engano, de mentiras e de ciúmes. Essas são algumas características do reino satânico. Pensemos bem nelas e andemos no caminho do Senhor, como filhos da luz.

O Reino da Luz existiu sempre, mas sua manifestação veio com o Senhor Jesus. Quando se encarnou, encontrou o Reino das Trevas mergulhado num mundo controlado pelo maligno, todo revolvido na podridão do pecado. Tudo eram trevas. Era a Cidade das Sombras.

E o Filho de Deus, a Luz do mundo resplandeceu no estrelado céu de Belém, com a orquestração dos anjos e estabeleceu o Reino de Deus na terra. E o homem e a natureza que estavam murchos e sem vida pelo negror do pecado, reanimaram-se neste mundo e voltou a brilhar a luz dos céus. “O povo que jazia em trevas, viu grande luz e aos que viviam na região e sombra da morte, resplandeceu lhes a luz” (Mt. 4,16).

O Deus encarnado encontrou o homem aprisionado pelo príncipe das trevas; ferido e enfermo; aflito, desesperado e sem norte; esmagado pelo tacão do medo; angustiado, sem paz e sem esperança; nas cadeias do vício; torturado pela consciência. Foi num lugar assim, que Jesus veio estabelecer seu Reino de Luz e Verdade. O Filho de Deus se manifestou para destruir as obras do diabo.

Satanás derrubou o homem, Jesus o levantou; levou o homem para o abismo, Jesus o Bom Pastor o reconduziu para o aprisco seguro; o pecado enfermou o homem, Jesus o libertou; Jesus desfez as trevas satânicas, venceu o diabo, amando o homem. Venceu o ódio e libertou o homem das prisões satânicas. Em suma, Jesus veio tirar o homem pecador do Reino das Trevas.

A Bíblia declara que o homem está separado de Deus pelo pecado; Jesus chamou os pecadores que estavam nas trevas com um convite muito especial: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mt. 11,28). Em seguida, imprime um no rumo na vida do homem, e convida todos a segui-lo.

E esta é a mensagem que Dele ouvimos e Vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma. Se dissermos que temos comunhão com Ele e andarmos em trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Mas, se andarmos na luz, como Ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado. (I Jo. 1, 6-7). Aquele que diz que está na luz e aborrece a seu irmão até agora está em trevas. Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo. Mas aquele que aborrece a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos. (I Jo. 2, 9-11)

A luz representa o que é bom, puro, verdadeiro, santo e confiável. As trevas representam o que é pecaminoso e perverso. Nas trevas, o bem e o mal parecem semelhantes; na luz, podem ser claramente distinguidos. Da mesma maneira que não pode existir escuridão na presença da luz, o pecado não pode existir na presença do Deus santo.

Jesus é a Luz do mundo. Só Ele pode nos tirar da escuridão do pecado. Quem aceita Jesus como Senhor e salvador de sua vida, é transportado do império de satanás, da Cidade das Sombras, para O Reino da Luz.

Pb. Maurício

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...