quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Foi sem deixar saudades alguma

Foi sem deixar saudades alguma. II Crônicas 21:20

 Grandes homens do passado viveram, e em suas épocas fizeram histórias. Alguns, nem eram tão famosos assim, nem fizeram parte da galeria da fé das escrituras, mas fizeram história e deixaram saudades. Nos dias atuais escutamos falar de vários personagens que deram um exemplo de vida tanto em sua comunidade, como dentro de sua família, vivendo uma vida de exemplos para seus filhos, netos e tataranetos. Mas por outro lado também vemos alguns que deixam também muitos maus exemplos, de tão ruins e perversos que eram, até os animais domésticos não se sentiam a vontade perto deles, antes fugiam deles. Estes homens partiram, simplesmente, sem deixar saudades alguma para seus familiares, nem exemplos a serem seguidos.

 Falando de bons exemplos; como é bom ouvirmos história de pessoas que fizeram boas ações entre os seus, não é? Pois aprendemos lições para aplicarmos no nosso dia a dia passando de pai para filhos. Alguns dias atrás, eu fui convidado para um aniversário de um Pastor, que estava completando nada menos que “88 anos” de vida e bons exemplos. Como foi gratificante ouvir belos testemunhos e relatos em relação a este Pastor. Filhos e filhas, netos e netas, enfim, todos, unânimes, em afirmar que este servo do Senhor, é um exemplo de homem, de marido, de pai e de pastor tanto dentro de sua igreja como dentro de sua família.

 A bíblia nos conta uma História de um Rei chamado Jeorão, filho do Rei Jeosafá rei de Judá, esta história não servirá como exemplo a ser copiado, mas para avaliarmos certas atitudes, nossas, em relação aos nossos familiares e sociedade. A primeira atitude deste rei chamado Jeorão, após ter confirmado seu reino, foi matar todos os seus irmãos, e príncipes de Israel. Para vocês terem uma idéia, este rei chamado de Jeorão era genro de Acabe e Jezabel. Simplesmente este rei Jeorão herdou de Acabe e Jezabel todas as maldades e ações reprováveis diante de Deus. A sua primeira ação foi sumir, matar seus irmãos, simplesmente por serem melhores a ele ( II Crônicas 21:13b).

 Normalmente quando vemos alguém de alguma família, crescendo na vida e tendo sucesso, chegarem em um lugar de destaque, a primeira ação deste, em relação os seus familiares, é ajudar. Este rei Jeorão fez tudo ao contrário e errado, em vez se ajudar; matou. Em vez de proteger os mais necessitados, dissipou todos de sua casa, e os príncipes de Israel, pensando ele que ficaria impune diante de Deus. Mas Deus usando o profeta Elias, manda um escrito para Jeorão, reprovando suas atitudes e Deus fere este rei de uma enfermidade incurável (II Crônicas 21:18-19).

Esta triste história contada neste capítulo 21 de II Crônicas nos relata que este rei, perverso, chamado Jeorão morreu e foi sepultado sem deixar saudades algumas (II Crônicas 21:20).

 Como é triste alguém morrer e simplesmente, os seus familiares, esquecerem dele, não é? Esta como tantas historia escritas nas escrituras, serve de exemplo para que possamos avaliar nossos procedimentos.

Todos nós temos um legado em nossa vida, construir nossa história todos os dias, seja com boas obras ou más obras. Todos nós um dia partiremos, será que deixaremos saudades? O que eu tenho feito dentro de minha família? Como eles agirão diante a minha ausência? Eles terão alívio ou terão saudades?

Que exemplos eu deixarei para serem copiados pelos meus filhos, netos e tataranetos?

Será que meus familiares sentem prazer em estar ao meu lado? Ou eles desejam o tempo todo ficarem distante da minha pessoa?

Será que quando partirmos alguém dirá: Foi um grande homem, ou uma grande mulher de Deus, deveras deixou um exemplo de vida, verdadeiramente deixou saudades. Ou simplesmente nos esquecerão?

Paulo na carta de 1 Timóteo 5.8 diz: “Quem não cuida dos seus, principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que os infiéis”.
Josiel Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...