segunda-feira, 21 de novembro de 2011

A Cruz e a Prosperidade

Levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo. 2 Coríntios 4:10.
Todo bem material que recebemos do Senhor não pode ser totalmente nosso se primeiro não passar pela cruz. Em outras palavras; tudo aquilo que recebemos como bem material é necessário ser consagrado ao Senhor, então pode ser nosso. Porque se aquilo que vem em nossas mãos não for totalmente consagrado ao Senhor, certamente isso poderá nos corromper. Muitos cristãos que de alguma maneira adquirem muito dinheiro, o próprio dinheiro às corrompem. Quando consagramos nosso dinheiro ao Senhor, podemos ser donos do nosso dinheiro, caso contrário, o dinheiro será o nosso dono. Nós não podemos servir a dois senhores. Lucas 16:13 Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas. Precisamos levar o morrer do Senhor em nosso corpo mortal para que a Sua vida se manifeste. E se você morreu com Cristo, a vida de ressurreição do Senhor se manifestará em seu corpo mortal. Irmãos o mundo está cansado de ver uma igreja que deveria carregar a mensagem da cruz, morte e ressurreição, mas não carrega. A Igreja não carrega porque ela mesma se recusa a morrer, a Igreja não desejar viver uma vida de morte para o pecado, mas vidas mescladas, misturadas com este mundo perverso e mal. Por que será que não estamos mais vendo vidas sendo regeneradas, nações sendo alcançadas por parte daqueles que se dizem ser cristãos? Existe algo de muito errado em nosso meio, em meio aquilo que chamamos de evangelho do reino de Deus e não do evangelho do reino dos homens. Estamos assistindo a uma pregação de um “evangelho” desta terra, que é para esta terra. Estamos confundindo O Evangelho de Deus com “outros evangelhos” paralelos. Pelo fato da Igreja não pregar o verdadeiro evangelho da graça, muitas pessoas estão adorando a outros bezerros de ouro. Gálatas 1:6 Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na Graça de Cristo para outro evangelho. O grande bezerro de ouro de nossos dias é a benção sem cruz, é a vitória sem cruz, é a conquista sem cruz, é a prosperidade sem cruz, é a cura sem cruz, é o meu bem estar. O bezerro de ouro de nossos dias é o meu conforto, é a minha necessidade, é o meu reino, é a minha vida. Jesus nunca disse que deveríamos ajuntar tesouros na terra, mas ao contrário ele disse: Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam. Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam, nem roubam. Mateus 6:19-20.

Hoje em dia o que está na moda é a pura pregação satânica que diz que você tem de dar sete passos para alcançar a benção, trinta dias do jejum da vitória, doze maneiras para ser prósperos e trezentas maneiras de você fazer Deus conceder aquilo que você quer. Não importa se Deus queira fazer ou não, porque afinal, o modelo de Jesus “seja feita a sua vontade não a minha”, serviu para Jesus, para o Filho de Deus não servi para mim, também não servi para a igreja. Quem aqui já participou de alguma campanha do “negue-se a si mesmo?” Campanha dos “tres passos para morrer?” Alguém já participou da campanha “das sete maneiras de amar o seu próximo?” Sabem por que ninguém participa dessas campanhas? Porque isso não é importante. O que é importante é eu ter o carro do ano, o importante é eu mostrar o quão abençoado sou. Essas pessoas acham que são tão “espirituais” e abençoadas que Deus está tão preocupado em colocar dinheiro em suas mãos para que possam comprar coisas caras e boas. E satanás sabe que os homens são avarentos, gananciosos e por isso ele traz uma mensagem para os destruir. Ora, os que querem ficar ricos caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição. 1 Timóteo 6:9.

Hoje o que é importante para as pessoas são os celeiros cheios, são os seus reinos. As pessoas estão vivendo como se não houvesse morte. Elas não pensam que vão morrer um dia, afinal pensar em morte é coisa negativa, e coisa negativa não vem de Deus. Mas querem eles creiam ou não a morte é uma realidade na vida de todos, porque todos pecaram, todos trazem em sua essência o germe da morte. Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram. Romanos 5:12.

Quem vive com os olhos nos tesouros deste mundo, receberá somente aquilo que este mundo é capaz de dar. Mas quem viver com seus olhos fixos no Tesouro eterno, este receberá aquilo que a eternidade tem para dar. Sabem porque existem religiosos fanáticos que se matam, que se suicidam, que dão suas vidas para serem destruídas? Porque eles estão pensando na eternidade na qual foi pregado a eles. Eles passaram a vida inteira sendo ensinados pelos seus mestres que morrerem é algo valioso, que é algo bom, que é algo nobre, que é algo honroso. E onde está a igreja do Senhor dentro deste contexto? Onde estão os mestres de Deus para gritar em alto e bom som: “Aquele que não nascer de novo não pode ver o reino de Deus”. Irmãos essa vida não vale a pena ser vivida se não for vivida para Deus. Um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. 2 Coríntios 5:14b-15.
Devemos ter muito cuidado com os pregadores da doutrina da prosperidade, os que falam melhor de riquezas materiais que da sabedoria. Os que exaltam os bens materiais acima da sabedoria de Deus são homens corruptos de entendimento e privados do temor de Deus. Guarde destes homens para não serdes corrompidos e venham a desviar da fé. A nossa necessidade maior é voltarmos para a Palavra de Deus, pois a Verdade é um bem muito mais precioso que as riquezas materiais. Está escrito nos Salmos 119:72 Para mim vale mais a lei que procede de tua boca do que milhares de ouro ou de prata.

Os que amam o ouro e a prata não são saciados nem com o ouro e nem com a prata, mas os que amam a Palavra de Deus são saciados por ela, porque ela os consola quando estão abatidos, os fortifica quando estão fracos, os repreendem para que não se encham de ais, os guia em todas as circunstâncias da vida e os instrui em toda sabedoria. O dinheiro não está apto para fazer o que faz a Palavra de Deus, portanto, se bem que útil a todos nós, ele não deve e não pode ser reputado mais importante que a Palavra de Deus. Como são ricos os que são habitados abundantemente pela Palavra de Cristo no seu coração! Mas como são pobres aqueles que não são habitados pela Verdade no seu coração! Amam o dinheiro mais que a Palavra de Deus, que loucura! Querem guardar com cuidado o seu dinheiro, mas não querem guardar a Palavra de Deus no seu coração, porque não tem mais prazer nela e não lhe presta mais atenção. Colossenses 3:16 Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração.

Deus também nos abençoa com prosperidade material sim, mas muitas dessas bênçãos materiais são testes para nossas vidas espirituais. Temos a tendência de colocar nossos corações em coisas, por isso desejamos coisas, e com isso nos esquecemos do Senhor. Quando Ele nos dá bens materiais, devemos imediatamente consagrar ao Senhor, para que aquilo não venha a cativar nossos corações, porque aquilo que nos foi dado pode nos corromper. Lembremos de que tudo aquilo que o Senhor colocar em nossas mãos Ele nos provará para ver onde estamos colocando os nossos corações. Porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração. Mateus 6:21.

Abraão quando recebeu o seu filho Isaque, ele o levou para a tenda e não o consagrou, ou seja, não havia passado pela cruz. Então o Senhor o provou, e depois da prova Isaque podia ser recolhido na tenda segundo a vontade do Senhor. O Senhor nos deu tudo, portanto, consagremos tudo a Ele. Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos se agradem dos meus caminhos. Provérbios 23:26. Amém.
Autor: Claudio Morandi

Um comentário:

  1. Desejo que Deus continue abençoando e que aqui seja um canal de benção para muitas vidas.
    www.mensagensedificantes.com

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...