quinta-feira, 2 de junho de 2011

Contra a Ingratidão

A Bíblia conta a história de um povo escolhido por Deus, o qual foi retirado do meio da servidão e levado à Terra Prometida, conforme vemos em Êxodo 3.7-8:
“E disse o SENHOR: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores. Portanto desci para livrá-lo da mão dos egípcios, e para fazê-lo subir daquela terra, a uma terra boa e larga, a uma terra que mana leite e mel; ao lugar do cananeu, e do heteu, e do amorreu, e do perizeu, e do heveu, e do jebuseu”
Deus escolheu à Israel como seu tesouro peculiar [Salmos 135.4 - "Porque o SENHOR escolheu para si a Jacó, e a Israel para seu próprio tesouro"] e os guiou para uma Terra que Ele mesmo prometeu. Observa-se aqui que Deus escolheu Israel e não o contrário [Isaías 43.10 - "Vós sois as minhas testemunhas, diz o SENHOR, e meu servo, a quem escolhi; para que o saibais, e me creiais, e entendais que eu sou o mesmo, e que antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá"], ou seja, Deus nos escolheu pela sua misericórdia, por isso não podemos de maneira alguma rejeitá-Lo. É um privilégio que não partiu de nós e sim Dele, de dar a salvação àqueles que crêem em Seu Filho Jesus [João 3.16] e o recebem como seu Único Senhor e Salvador.
O fato é que a história de Israel mostra como nós seres humanos somos falhos. Deus guiou o povo para a Terra Prometida, porém quase sempre, após receber Suas bençãos, o povo se desviava. O Salmo 78 descreve a ingratidão de Israel e a misericórdia de Deus, depois leia-o inteiro para sua meditação. Analisemos um dos trechos desse Salmo:
4-6: “Não os encobriremos aos seus filhos, mostrando à geração futura os louvores do SENHOR, assim como a sua força e as maravilhas que fez. Porque ele estabeleceu um testemunho em Jacó, e pôs uma lei em Israel, a qual deu aos nossos pais para que a fizessem conhecer a seus filhos; Para que a geração vindoura a soubesse, os filhos que nascessem, os quais se levantassem e a contassem a seus filhos;”
7-9: “Para que pusessem em Deus a sua esperança, e se não esquecessem das obras de Deus, mas guardassem os seus mandamentos. E não fossem como seus pais, geração contumaz e rebelde, geração que não regeu o seu coração, e cujo espírito não foi fiel a Deus. Os filhos de Efraim, armados e trazendo arcos, viraram as costas no dia da peleja.”
Vemos que o salmista inspirado pelo Espírito Santo escreveu este salmo para alertar aos que seguem à Deus de que devem sempre ter em mente tudo o que Deus tem feito por eles. Quando Deus escolhe alguém Ele o escolhe para que essa pessoa faça a diferença no meio da sociedade [Mateus 5.13 - "Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens"], a fim de que os outros vejam a diferença e também obtenham a salvação. Por isso é muito importante que nossos corações venham ser regidos pelo Espírito Santo de Deus, a fim de que não caiamos em ingratidão e continuemos firmes com Deus até a Volta de Jesus.
Quando uma pessoa aceita à Jesus e começa a seguí-Lo podem acontecer muitas lutas, a ponto da pessoa se perguntar se tomou a decisão correta. Essas lutas acontecem porque existe um mundo espiritual onde batalhas são travadas. Em Daniel 10.12-13 lemos o seguinte:
“Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia”
Nesse capítulo está escrito que Daniel estava buscando à Deus por algo, porém a resposta para sua oração demorou três semanas, pois acontecia uma batalha no mundo espiritual entre os anjos de Deus e os príncipes desse mundo (espíritos malignos). Daniel continuou orando e buscando à Deus ainda que a resposta para sua oração não tinha chegado ainda, até que após três semanas foi revelado o porquê dessa demora.
Aceitar à Jesus é a melhor decisão que uma pessoa pode tomar em sua vida. Quando uma pessoa O aceita ela passa a ter comunhão com Deus através de Seu Filho, o qual foi crucificado para que tivéssemos a Vida Eterna. Quando uma pessoa não está com Cristo ela vive sob o domínio do pecado. A partir do momento que ela O aceita ela passa a ter seu nome escrito no Livro da Vida, e com certeza o inimigo não fica nem um pouco contente com isso. Para que a pessoa desista de seguir à Deus, o inimigo começa a batalhar para que a pessoa se entristeça e pense que tudo de ruim que está acontecendo se deve ao fato dela ter aceitado à Jesus. Lógicamente Deus protege essa pessoa e envia Seus anjos para a guardarem e, ainda que a pessoa possa se entristecer com algumas situações (o que é normal aqui na Terra, tanto para os que servem à Deus quanto para os que não O servem), Jesus está sempre ao lado dessa pessoa, dando seu auxílio e consolo através do Seu Espírito Santo [Salmo 46.1 - "Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia"].
Portanto peça para que Deus venha reger seu coração, e procure sempre lembrar o que Ele tem feito por você. Se as coisas estão difíceis, lembre-se que Jesus passou por situações muito piores para que hoje você tivesse um meio de ser salvo através do seu precioso sangue.

www.reflitaerelate.wordpress.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...