segunda-feira, 30 de maio de 2011

Aspectos da Vinha na Bíblia

A vinha é uma planta que produz uvas. O terreno de plantio das parreiras é conhecido como vinha.Versos bíblicos narram históricos fatos dos quais extraímos ensinamentos práticos oferecidos pela vinha. São ensinos positivos de acertos e erros de pessoas comparadas à vinha.


1 – O ALCOOLISMO. E começou Noé a ser lavrador da terra e plantou uma vinha. E bebeu do vinho e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda (Gn 9. 20-21). Homens notáveis embriagam-se com sua importância e trazem conseqüências terríveis aos familiares e amigos. O que estamos plantando? O homem de Deus não deve ser dado ao vinho. Ler I Timóteo 3. 3.
2 – A MISTURA. Não semearás a tua vinha de diferentes espécies de semente, para que se não profane o fruto da semente que semeares e a novidade da vinha (Dt 22. 9). A semente dos ministros de Cristo será sempre a incorruptível palavra de Deus. Se a semeadura deveria ser sem mistura, imaginemos então a vida cristã. O salmo primeiro ensina isso. A comunhão com Deus não permite comunhão com o mundo.  Romanos 12. 2.
3 – O ZELO. E ele lhe disse: Porque falei a Nabote, o jezreelita, e lhe disse: Dá-me a tua vinha por dinheiro; ou, se te apraz, te darei outra vinha em seu lugar. Porém ele disse: Não te darei a minha vinha (I Rs 21. 6). Nabote guardou o que recebeu dos pais em herança. Morreu fiel. Lembra-nos Apocalipse 3. 11.
4 – A IRRESPONSABILIDADE. A vinha que me pertence não guardei (Ct 1. 6). Sabemos que a Sulamita zelou das vinhas alheias, mas se esqueceu da sua. Tal fato nunca deveria ocorrer entre pastores de almas. Ele responderá pela vinha recebida para frutificar. Atos 20. 28.
5 – A VIGILÂNCIA. Apanhai-me as raposas, as raposinhas, que fazem mal às vinhas, porque as nossas vinhas estão em flor (Ct 2. 15). Animais predadores derrubam as vinhas e destroem seus frutos. A vigilância deve ser completa. Assim é com a alma, com a vida espiritual. O crente se protege dos lobos e das “raposinhas inocentes”. I Pedro 5. 8-9.
6 – A DESCENTRALIZAÇÃO. Teve Salomão uma vinha em Baal-Hamom; entregou essa vinha a uns guardas; e cada um lhe trazia pelo seu fruto mil peças de prata. A minha vinha que tenho está diante de mim; as mil peças de prata são para ti, ó Salomão, e duzentas, para os guardas do seu fruto (Ct 8. 11-12). Os maiores líderes do mundo sabem da importância da descentralização, da delegação de afazeres para homens e mulheres devidamente qualificados, treinados. Ninguém faz progresso “sozinho”.  Marcos 3. 13-15.
7 – A FRUSTRAÇÃO. Agora, cantarei ao meu amado o cântico do meu querido a respeito da sua vinha. O meu amado tem uma vinha em um outeiro fértil. E a cercou, e a limpou das pedras, e a plantou de excelentes vides; e edificou no meio dela uma torre e também construiu nela um lagar; e esperava que desse uvas boas, mas deu uvas bravas (Is 5. 1-2). A natureza humana trouxe frustração ao criador da vida. Obras abomináveis são produzidas diante dos olhos do Deus santo. Israel foi a nação escolhida, mas castigada em razão de seus pecados.   Salmo 80. 8-19.
8 – A INDIFERENÇA. Muitos pastores destruíram a minha vinha, pisaram o meu campo e tornaram em desolado deserto o meu campo desejado. (Jr 12. 10). O preço a ser pago por muitos homens de Deus, que se portam com indiferença ao cuidar da vinha de Deus, será altíssimo. Vinhas abandonadas e destruídas pelos animais selvagens são vistas em toda a terra. Os pastores responderão por isso. Esse comportamento os identifica como mercenários.   João 10. 12-13.
9 – A OPORTUNIDADE. Porque o Reino dos céus é semelhante a um homem, pai de família, que saiu de madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha (Mt 20. 1). Os trabalhadores representam os salvos. A salvação é proclamada diariamente, e pessoas de todas as idades são convidadas por Cristo. O galardão será de acordo com as obras.  Apocalipse 22. 12.
10 – O ARREPENDIDO. Mas que vos parece? Um homem tinha dois filhos e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho, vai trabalhar hoje na minha vinha. Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas, depois, arrependendo-se, foi. E, dirigindo-se ao segundo, falou-lhe de igual modo; e, respondendo ele, disse: Eu vou, senhor; e não foi. (Mt 21. 28- 30). O arrependimento é a chave para o perdão. O trabalho deverá ser feito por alguém disposto e fiel.  Apocalipse 2. 5.
11 – O INTERCESSOR. E dizia esta parábola: Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha e foi procurar nela fruto, não o achando. E disse ao vinhateiro: Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira e não o acho; corta-a. Por que ela ocupa ainda a terra inutilmente? E, respondendo ele, disse-lhe: Senhor, deixa-a este ano, até que eu a escave e a esterque; e, se der fruto, ficará; e, se não, depois a mandarás cortar (Lc 13. 6-9). Os improdutivos deixam marcas negativas e prejudiciais. Os talentos e dons precisam ser desenvolvidos e multiplicados para a glória de Deus e o crescimento de seu reino.  I Co 4. 1-2.
Conclusão: São inúmeras as passagens bíblicas sobre a vinha. As que vimos acima são suficientes, no momento, para nos oferecer lições grandiosas e advertências oportunas sobre como proceder com a vinha de Deus – nossa vida em seus variados aspectos; e com a obra do Senhor Jesus Cristo.

Um comentário:

  1. muito bom este estudo sobre a vinha aprendi muito sobre avinha deus vos a bençoi

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...