terça-feira, 8 de março de 2011

A Máscara da Alegria

Fantasia, ilusão, busca desesperada pelo prazer. Milhares de pessoas nas ruas, nos salões e nos bares. Mara sabia muito bem o que significava tudo isso. Durante anos ela viveu assim, desrespeitando qualquer limite, experimentando de tudo, vivendo intensamente. Mas, depois dos dias de muita folia e loucura, nos salões de baile ou nos bares, restavam somente as cinzas — aquela sensação sentida principalmente após o carnaval.
A realidade de Mara é a de muitas pessoas: o vazio de sempre, a falta de um significado maior para viver. Entretanto, ela, como muitos, pensava que tudo podia ser pior. Afinal, quantos acidentes, tragédias e crimes aconteciam com outras pessoas naqueles poucos dias de carnaval? Ela, pelo menos, estava inteira. Mas só não havia parado para pensar sobre uma regra bíblica que rege todas as coisas. Qual?  Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará (Gálatas 6.7).
Certo dia, Mara se viu como realmente era — sem a máscara da “alegria”. Solitária, deprimida e doente. Todo o seu ser (corpo, alma e espírito) estava em frangalhos. Sentiu que tinha de tomar uma decisão urgente e definitiva. Lembrou- se do que alguém um dia lhe dissera: “Deus ama você, e só Ele pode lhe dar a verdadeira alegria, aquela que permanece real em sua vida, sejam quais forem as circunstâncias”.
Ela, então, resolveu dar um basta naquela vida sem sentido e fez de Cristo o seu tudo. Recebeu-o como Senhor e Salvador pessoal. E hoje não precisa mais recorrer a fantasias e ilusões passageiras para ter a autêntica alegria. E você, o que está esperando para tomar esta decisão? A Palavra de Deus diz:
Não presumas do dia de amanhã, porque não sabes o que produzirá o dia (Provérbios 27.1).
Caro amigo, o Senhor Jesus Cristo um dia fez um convite muito especial a todas as pessoas do mundo:
Se alguém está com sede, venha a mim e beba. Porque as Escrituras declaram que rios de água viva correrão no íntimo de todo aquele que crer em mim (João 7.37,38). Por que não atender a esse convite agora?

(Extraído de um folheto de evangelismo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...