quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

A soberba leva à destruição

 Logo que ouvirdes o som da trombeta, da flauta, da harpa, da cítara, do saltério, da gaita de foles, e toda a sorte de música, prostar-vos-eis, e adorareis a imagem de ouro que o rei Nabucodonosor tem levantado.Daniel 3. 5 – 6
Nabucodonosor é considerado o maior rei que a Babilônia já teve e, tendo em vista todo o poder que teve e as vitórias alcançadas, tornou-se muito orgulhoso, a ponto de ter chegado a se considerar um deus, sendo convencido a construir uma estátua de ouro que todos deviam adorar. O que ele não conseguiu entender foi que todas aquelas vitórias faziam parte de um plano de Deus para atingir os Seus propósitos e o rei achou que tudo o que estava acontecendo era obra sua.
O interessante é que Deus chamou a sua atenção para o risco da sua soberba, porém este sentimento tornou-se impossível de ser controlado e ele chegou a insanidade de achar que era mais poderoso que o Senhor.
Nabudonosor faz parte do passado, porém o sentimento que se apossou de seu coração nunca foi tão atual. O homem, por mais exemplos que venha a ter e por mais conselhos que receba, continua caminhando na mesma estrada do orgulho e da soberba, não conseguindo se livrar do anseio da vanglória e da exaltação, achando-se um deus da mesma forma que aquele rei.
Sendo assim, resolvemos escrever este texto tentando traçar um paralelo entre a humildade e o orgulho, buscando na Palavra, especificamente no livro de provérbios, versículos que tratam deste assunto, com o propósito de tentar mostrar os resultados que estes dois sentimentos podem provocar em nossas vidas.
Provérbios 11.2 – Em vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria – O versículo está nos falando de uma forma muito clara que a pessoa que é orgulhosa acabará sendo humilhada e que a sabedoria se encontra com aquelas que trazem a humildade dentro do seu coração, isto é, ele nos mostra que a humildade nos leva à sabedoria, enquanto a soberba à desgraça.
Provérbios 13.10 – Da soberba só provém a contenda; mas com os que se aconselham se acha a sabedoria – O versículo fala por si só e está nos dizendo que aquela pessoa que é orgulhosa, vai se deparar, ao longo de sua caminhada, com muitas brigas, porém, aquele que busca o conselho, está usando de muita sabedoria, ou seja, a humildade produz o discernimento da busca da sugestão, enquanto da soberba produz discussões.
Provérbios 16.5 – Todo o homem arrogante é abominação ao Senhor, certamente não ficará impune – Neste, a palavra é pesada e nos diz que o Senhor detesta todos os orgulhosos e que eles não escaparão do castigo, de forma alguma, isto é, a pessoa humilde será conduzida à honra, enquanto a orgulhosa será castigada e destruída.
Provérbios 18.12 – Antes da ruína eleva-se o coração do homem; e adiante da honra vai a humildade – Aqui, de forma muito clara, e bastante contundente, nos é mostrado que a pessoa que se deixa dominar pela soberba está caminhando, a passos largos, para um fim trágico, entretanto aquela que é humilde será respeitada, resumindo, o orgulho no encaminha para a ruína, enquanto a humildade nos leva para a honra.
Provérbios 29.23 – A soberba do homem o abaterá; mas o humilde de espírito obterá honra – Mais uma vez a Palavra está nos dizendo que o humilde será honrado, enquanto o orgulhoso acabará sendo humilhado, enfim, novamente, fica muito claro que humildade nos conduz ao reconhecimento enquanto ao orgulho traz humilhação.
Está muito claro nos textos que vimos que o orgulho não é um sentimento saudável, pelo contrário, ele pode nos levar a conseqüências inimagináveis, leva-nos a atitudes que fogem ao razoável, e o pior, faz-nos perder, muitas vezes, o controle das coisas e de nós mesmos. Você que está lendo o texto pode estar pensando que estamos exagerando, entretanto, infelizmente, não estamos.
A soberba nos leva a reagir com violência por coisas pequenas, leva-nos à busca de reconhecimento por coisas que não merecemos, faz com que venhamos a assumir créditos que deveriam a ser dados a outras pessoas, nos torna pessoas preconceituosas, afeta de forma muito forte os nossos valores, interfere em nossa capacidade de discernir com clareza os problemas do cotidiano, faz com que não reconheçamos os nossos erros, e o pior, é totalmente incompatível com os ensinamentos de Jesus.
A Palavra de Deus é muito clara nos exortando a rejeitar o orgulho, e “olhos altivos” vem em primeiro lugar na lista das coisas de Deus odeia, conforme o constante em Provérbios 6. 16 a 19, que diz assim: “Há seis coisas que o Senhor detesta; sim, há sete que ele abomina: olhos altivos, língua mentirosa, e mãos que derrama sangue inocente; coração que maquina projetos iníquos, pés que se apressam em correr para o mal; testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contenda entre irmãos”.
Finalizando a escolha sempre será nossa, porém ficam muito claros os resultados prejudiciais que orgulho pode provocar em nossas vidas, principalmente quando comparados com a humildade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...