domingo, 20 de fevereiro de 2011

Azeite para a luz

Ó minha alma, quanto necessitas disto! A minha lâmpada não tem mais como sobreviver sem azeite do Céu. A murraça do fogo que se apagar será uma ofensa aos céus e apagada permanecerá caso seu o azeite lhe falte. Tu não terás óleo a partir da tua natureza humana e por essa razão terás de ir àqueles que vendem e comprar por ti, ou senão dirás como aquelas virgens tolas: “a minha lamparina se apagou!” Até mesmo as lamparinas mais consagradas nunca teriam como dar luz sem azeite. Pertencendo ao Tabernáculo, teriam ainda assim de ser alimentadas e fornecidas e mesmo que os ventos exteriores nunca soprassem sobre elas com violência, a sua necessidade de serem aparadas era igualmente grande. Nem mesmo naqueles momentos de maior alegria podes tu manter tua luz por uma hora mais a menos que o azeite novo da graça te seja fornecido.
Não poderia ser usado um azeite qualquer na obra do Senhor, nem se poderia usar ali do combustível que sai de debaixo da terra com tanta abundância, nem da produção extraída da gordura dos peixes, nem do óleo extraído de nozes, pois nenhum desses serviria e seria aceite para ser usado ali. Apenas um único tipo de combustível será aceite ali: o melhor azeite de oliveira.
A graça enganosa da bondade natural, graça fantasiosa das mãos sacerdotais, ou mesmo graça imaginária proveniente das cerimónias religiosas nunca poderão servir às exigências dum santo em Deus. Tal santo sabe instintivamente e concorda desde logo que nem muitos rios de tal coisa seriam aceites por Deus em Seu altar. Esse santo desloca-se a Getsemane onde o azeite que busca é produzido e supre suas necessidades a partir dali, pois ali foram as azeitonas esmagadas para ele poder obter azeite. Todo o azeite da graça é puro e livre de resíduos e de lixo e por essa razão toda a luz dali proveniente é clara e brilhante.
As nossas igrejas são as Candeias de ouro do Senhor e caso desejem ser luz brilhante neste mundo ainda, terão necessariamente de ter neles mesmo muito deste óleo de toda a santidade e exclusividade. Vamos orar por nós mesmos, pelos nossos ministros e igrejas, para que nunca lhes falte deste óleo para terem luz. Verdade, Santidade, Alegria, Sabedoria, Amor, estes são os raios desta sagrada luz brilhante, mas não a podemos produzir a menos que recebamos deste óleo em nossos momentos particulares, nos nossos aposentos, fornecido por Deus Espírito Santo.


FONTE: http://jbdevocionais.blogspot.com/2006/08/azeite-para-luz-c-h-spurgeon.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...