quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Quantas vezes o galo cantou?

É difícil compreender o motivo de muitas coisas não darem certo na vida de uma pessoa que serve a Deus, bem como compreender o que leva uma pessoa bem casada adulterar. Enfim, temos que estar atentos à orientação de Jesus: “Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia”.
Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, passou por um momento terrível em seu ministério, quando quase fracassou (Lucas capítulo 22). Jesus o adverte sobre o fato de satanás cirandar a sua vida e ter sido necessária a intercessão do próprio Cristo em seu favor. Porém, ele se achava autossuficiente, plenamente dono de si; e o desprezar a Palavra foi o primeiro passo para a sua queda.
Na nossa vida isso sempre acontecerá: todas as vezes que desprezarmos aquilo que Deus diz, daremos o primeiro passo rumo ao fracasso. A questão é simples: a queda não se dá no adultério, no furto, no roubo ou na falência, e sim quando desprezamos a Palavra. O fato, em si, é a consumação de vários degraus percorridos. Continuemos na história de Pedro e vejamos que outros degraus são esses.
Após desprezar a Palavra, Pedro começa a seguir Jesus de longe. Isso é o que acontece com muitos: continuam a dizer que são de Deus, membros de uma igreja local, mas não são tão assíduos como antes. Aparecem nos cultos de 15 em 15 dias e começam a buscar a Deus “do seu jeito”, ou seja, estão seguindo Jesus de longe e, sem perceber, dão mais um passo rumo ao abismo.
Porém, a queda ainda não foi consumada. O diabo ainda não "passou a perna" por completo; o fato ainda não se tornou público e, de forma inconsciente, esse desprezo à Palavra, essa distância do Senhor, nos faz prosseguir em diração à queda.
Pedro, agora, se aquece no fogo dos pecadores. Que coisa! Um homem de Deus assentado na roda dos pecadores e se aquecendo nos seus hábitos e costumes, gostando de suas conversas, rindo das coisas indecentes, aceitando as coisas erradas e justificando os fracassos como se fossem regra na vida do ser humano.
Pare! Comece a refletir, prezado leitor. Será que achamos normal sexo antes do casamento, divórcio, homosexualismo, prostituição, palavrões, piadas sujas, fraudar o governo, falar mal do próximo, etc, etc, etc? Recordo-me da história de Jonas. Ele desprezou a voz de Deus e foi descendo, primeiro para o porão do navio, depois para o fundo do mar e, depois, para o ventre de um grande peixe.
Pedro continuou a cair, omitiu, mentiu, fugiu, mas a Palavra se cumpriu e o galo cantou. E, para conhecimento, não foram três vezes que o galo cantou, foi apenas uma. Que coisa triste é ver a queda de uma pessoa de Deus. Tudo isso só aconteceu porque a Palavra foi desprezada. Não despreze, jamais, o que Deus diz.
Querido leitor, não pense que esta matéria é para te acusar. Jamais. Pedro chorou amargamente e se arrependeu. Foi após tudo isso que deixamos de conhecer aquele Pedro durão, grosso e atrapalhado e passamos a conhecer o grande Pedro, homem de fé, verdadeiro apóstolo, um líder, homem ungido a ponto de, com a própria sombra, curar os enfermos.
Você pode mudar a história da sua vida. A Bíblia diz que a glória da segunda casa será maior do que a da primeira. Diz, também, que onde abundou o pecado superabundou a graça. Portanto, não despreze a Palavra, não siga Jesus de longe ou jamais se assente no fogo dos pecadores. Viva arrependimento diário, e o galo não cantará pra você.

Pr. Glauber Morare

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...