sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Quando o crente é santificado

“Temos, porém, esse tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós.” (II Cor 4:7)
Vida santificada não é viver sem ser tentado. Não é garantia de que não se vai pecar, como também não é libertação gradual do pecado. Vida santificada é uma experiência instantânea com Deus, embora seu crescimento seja gradual. É vida de vitória completa sobre o pecado, se não é assim, não é nada. Sem a vitória sobre o pecado não há santificação de vida. É um processo de crescimento que dura a vida inteira: “Até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade; à medida da estatura completa de Cristo.” (Ef 4:13). Em comunhão uns com os outros podemos obedecer mais plenamente ao Senhor do que sozinhos.
QUANDO O CRENTE É SANTIFICADO?
Deveria começar no ato da conversão, mas nem sempre é assim. Muitas vezes falta o ensino, e até o exemplo de vidas santificadas. É preciso se fazer discípulos, mostrar ao novo convertido que o Senhor o separou para uma missão definida, que a sua vida agora pertence a Deus. Levá-lo a “conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que seja cheio de toda a plenitude de Deus.” (Ef 3:19).
O Senhor ordenou ao povo, através de Josué: “Santificai-vos” (Js 3:5). Depreende-se daí, que o crente precisa fazer a sua parte, antes que Deus possa realizar a dEle.
Três passos importantes para a santificação:
1. Separação 2.Dedicação 3.Enchimento
- Separação; do pecado, do tropeço, do mundo, do espírito do erro.
- Dedicação; vida cheia da unção de Deus para que possa ser usada por Ele.
DEUS SANTIFICA O MEU ESPÍRITO POR COMPLETO:
Santidade é o caráter divino de Deus. Santificação é este caráter sendo oferecido a mim, recebido por mim, afetando os padrões espirituais da minha vida humana. É o Senhor quem me santifica, permeia a minha personalidade por completo; não faz maquilagem ou remendos, tudo se faz novo:
“E vos renoveis no espírito do vosso entendimento, e vos revistais do novo homem, que, segundo Deus, é criado em verdadeira justiça e santidade…” (Ef 4:23, 24).
- Este processo começará no meu espírito:
O meu espírito é o lugar dentro de mim onde um honesto autoconhecimento é armazenado e examinado: “Quem dentre os homens conhece os pensamentos do homem, senão o próprio espírito do homem que está dentro dele.” (ICor 2:11)
O meu espírito realiza em mim o que recebe do Espírito Santo de Deus. Quando a Paz de Deus está totalmente em meu espírito, cumpre-se o que declarou Salomão: “A lâmpada do Senhor esquadrinha o espírito do homem” (Pv 20:27).
- Esquadrinhar, nesse texto, significa cuidar de coisas ocultas que precisam ser expostas e tratadas em meu espírito para que eu cresça.
DEUS SANTIFICA A MINHA ALMA:
Entendendo alma como sendo algo distinto do meu espírito. Alma é um princípio de vida dentro de nós; sentimentos, emoções, reações… Estende-se desde os reflexos animalescos até aos angelicais. Há espaços tanto para anjos como para demônios no território da alma.
O Senhor Jesus sabia que a sua crucificação estava se aproximando. Sabia que teria de levar os pecados da humanidade sobre Si, o que o separaria do Seu Pai por algum tempo… Então, exclamou: “A minha alma está angustiada…” (Jo 12:27). Esta conversação na própria alma de Cristo traz luz ao nosso assunto.
É fácil então entender que, para Deus santificar por completo o homem é preciso mais uma vitória, agora na psique do homem, onde é travada uma grande batalha espiritual. Pois a alma é a região de conflito entre os dois pólos: animal x angelical – dentro do mesmo homem.
A Palavra de Deus disciplina a alma para mantê-la separada do espírito, manter a ambos funcionais e limpos.
“Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada qualquer de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Heb 4:12).
DEUS SANTIFICA O MEU CORPO:
“… O vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus…” (ICor 6:10)
Nenhuma doutrina cristã é válida se ela não operar mudança de vida. E qualquer fé que for mais doutrina do que ação é suspeita. A fé cristã é singular em sua afirmação do fato de Cristo habitar dentro de nós, em nosso espírito, alma e corpo. Como o apóstolo Paulo descreveu: “Um tesouro em vaso de barro”
(II Cor 4:7)
A nova casa que Deus providenciou para morada do seu Espírito deve ser permanente, imperecível e perfeita:
“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo…” (I Ts 5:23)
Estes são os princípios envolvidos na santificação do meu espírito, alma e corpo por parte de Deus.

http://www.ibnf.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...