quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Cuidado com as raposinhas!

 Vinha e Figueira no contexto bíblico geral, tem conotação com Israel, o povo de Deus e com a Igreja hoje, que é o Israel de Deus como veremos a seguir:
1 - Israel como Vinha: Is 5.1-5; Jr 2.21; Sl 80.8-14.
2 - Israel como Figueira: Ct 2.13; Mt 24.32; Lc 21.29; Lc 13.6.
3 - A Igreja como o Israel de Deus: Gl 6.16.
Com base nesse contexto bíblico, eu quero falar sobre Vinha, flores, perfume, frutos, brechas e raposinhas.
1 - VINHA EM FLORES: (Ct 2.13) Imagino a Igreja como um jardim regado exalando o bom perfume de Cristo. As flores também fala de um período que antecede os frutos.
2 - FIGUEIRA COM FRUTOS, FIGUINHOS: (Ct 2.13): Imagino a Igreja como uma árvore frutífera carregada com os frutos do Espírito Santo (Gl 5.22). Amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, mansidão, fidelidade, temperança. Que maravilha!
3 - RAPOSINHAS QUE DANIFICAM A VINHA: (Ct 2.15). Elas representam atitudes e procedimentos egoístas e mesquinhos que compromete o bom andamento da obra, o bom relacionamento cristão, a comunhão entre os irmãos e impede o crescimento da igreja.
4 - AS BRECHAS POR ONDE AS RAPOSINHAS ENTRAM: (Ef 4.27; 1Pe 5.8) Representa a falta de vigilância por parte dos incautos e as oportunidades que damos ao adversário para danificar a vinha.
OBSERVAÇÕES:
1- Quando as raposinhas encontram brechas, elas entram na vinha, danificam as flores e consequentemente a vinha deixa de produzir os seus frutos, cuidado com elas!
2- Há um ditado popular: "onde passa um boi, passa uma boiada" ; então onde passa uma raposinha, passam várias, ela nunca vem só.
5 - DANDO NOME ÀS RAPOSINHAS:
5-1- MENTIRA: Mentir, caluniar, difamar são sinônimos; esse tipo de raposinha tem trazido muito prejuízo para a vinha, geralmente ela vem acompanhada de mais três: Contenda (1Co 3.3); Inimizade (Pv 16.28;Gl 5.20) e Desunião (Sl 133.1).
Obs. Deus aborrece esse tipo de comportamento (Pv 6.16-19).
5-2- CIÚMES: Esse tipo de raposinha quando entra na vinha, faz um estrago grande. Ela traz consigo um sentimento de perseguição e morte (1Sm 18-7-9), o ciumento quer matar, destruir, qualquer um que supostamente possa ameaçar o que é seu.
5-2-1- O aspecto positivo do ciúmes: Zelo, nesse sentido a bíblia afirma que o Espírito Santo tem ciúmes da igreja (Tg 4.5).
5-2-2- O aspecto negativo do ciúmes: Doentio, possessivo, revela complexo de inferioridade e falta de capacidade.
Obs. Essa raposinha entra na Igreja (entre os crentes); no ministério (entre os obreiros) e nos lares (entre os casais), trazendo destruição.
5-3- INVEJA: É um misto de ódio e desgosto pela prosperidade ou alegria do próximo, geralmente quem sofre desse mal, não consegue "alegrar-se com os que se alegram..." (Rm 12.15).
5-3-1- Estava no coração dos irmãos de José (Gn 37.11; At7.9).
5-3-2- Essa raposinha entrou na Igreja de Corinto (1Co 3.3).
5-3-3- Ela é podridão nos ossos, abala a estrutura espiritual (Pv 14.30; 27.4).
5-3-4- Ela é capaz de levar a pessoa a se desviar da verdade (Sl 73.3).
Obs. Quando a igreja pratica o amor. Ela fica livre da inveja (1Co 13.4).
5-4- FALSIDADE: É sinônimo de hipocrisia e fingimento. Pessoas que se fazem passar por aquilo que não são, é como o camaleão, vive sempre camuflado, passa desapercebido, tem língua grande e rápida, não dá chance à sua presa.
5-5- MURMURAÇÃO: Murmurar é falar baixo, falar entre os dentes, falar mal dos irmãos, criticar. O murmurador fala mal de tudo e de todos, nada está bom para ele. Esse tipo de raposinha contamina a igreja com o desânimo e impede o seu crescimento (1Co 10.10; Fp2.14).
5-6- AS RAPOSINHAS TAMBÉM SÃO CONHECIDAS COMO OBRAS DA CARNE: (Gl 5.19-21) e podem impedir os crentes de chegar ao Céu (Gl 5.21); Pedro nos aconselha a colocar pra fora da vinha esses tipos de raposinhas (1Pe 2.1).
CONCLUSÃO: Qual a solução para acabar com as raposinhas?
1- Atear o fogo do Espírito Santo na vinha: O fogo do Espírito não queima a vinha, só afugenta as raposinhas.
2- Alimentar as chamas desse fogo com a Palavra de Deus: Dando prioridade à pregação e ao ensino da Palavra de Deus.
3- Tapar todas as brechas: Vigiando e não dando lugar ao diabo; não adianta expulsar as raposinhas e deixar as brechas, pois elas voltarão.
Obs. Quando se tapa as brechas o inimigo fica furioso: (Ne 4.6,7). Porém, a Igreja dá muito fruto e o nome do Pai é glorificado (Jo 15.8).

Pr. Ismael M. Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...