quinta-feira, 4 de novembro de 2010

A Verdade Liberta

“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam”. (João 5.39)
Essas palavras foram ditas por Jesus. Como podemos ver, Jesus nos advertiu a examinarmos as Escrituras Sagradas. Jesus se referia a Bíblia. Examinar a Bíblia não significa apenas dar ocasionalmente uma breve e esporádica lida. A palavra examinar significa observar atentamente. Jesus quis nos alertar sobre a importância de nos dedicarmos ao estudo da Bíblia. Jesus sabia que a Bíblia é a inerrante Palavra de Deus e por algumas vezes mencionou a sua veracidade (João 17.17; Mateus 22.29; João 8.47).
Examinar constantemente a Bíblia é algo de suma importância para o cristão. Jesus disse em Marcos 12.24: “Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus?”. O que será que Jesus quis dizer com isso? Ele quis dizer que o homem se encontra num estado de tão grande sofrimento por não conhecer a vontade de Deus através de sua Palavra revelada. Por muitos não possuírem o conhecimento da Palavra de Deus, conseqüentemente, desconhecem a vontade Dele. Não sabem como tomar a decisão certa para suas vidas. Deste modo agem de modo contrário ao que Ele determinou. Assim sofrem demasiadamente e nem sequer sabem o motivo. Tudo isso por que os homens não buscam ler a Bíblia. Nela Deus nos dá todas as respostas que precisamos para uma vida próspera. Poucos conhecem profundamente o que a Palavra de Deus nos ensina.
Ora, se nós agirmos de forma contrária ao que o nosso Criador determinou, o fato disso resultar em sofrimento parece ser algo óbvio. Por exemplo, quando um relógio é fabricado, se ele não for cuidado da forma que seu fabricante determinar em seu manual de instruções, certamente aquele relógio se deteriorará e acabará destruído. Da mesma maneira acontece conosco se não agirmos de acordo com a determinação do Criador. A Bíblia é como um manual de instruções que Deus deu a todos nós. Ela é a nossa bússola divina e nos aponta a caminho certo. Infelizmente nem todos compreendem isto.
Quando passamos a conhecer (e obedecer) a Palavra de Deus, parece que algo inexplicável começa a acontecer em nossas vidas. Ocorre a libertação do engano do pecado. Jesus disse em João 8.32: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. Mas o que é “a verdade”? A verdade é a Palavra de Deus. Mas “essa verdade” nos liberta do que? A verdade nos liberta do engano do pecado. O pecado é algo tão maligno que, muitas vezes, o homem chega a pensar que ele não será punido por Deus. Mas não é isso que a Bíblia nos revela (Romanos 6.23).
Uma grande mudança ocorre em nós após conhecermos a verdade revelada na Bíblia. Isso acontece devido ao poder transformador da Palavra de Deus. Os discípulos de Jesus que caminharam com Ele, sabem bem que isso é verdade. Certa vez Jesus disse-lhes em João 15.3: “Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado”. Os discípulos passaram pela transformação que todos os que verdadeiramente seguem Jesus passam. Aquele que caminha diariamente com Jesus é impactado pelo poder de suas palavras! Não há como continuar sendo a mesma pessoa.
Ainda hoje podemos escutar as mesmas palavras que Jesus disse aos seus discípulos, basta lermos a Bíblia. Ler a Bíblia, procurando absorver o que está escrito é algo incrível. A Palavra que sai da boca de Deus tem o poder de limpar, libertar e transformar o homem! Foi para isto que Deus nos deixou a sua Palavra. Para que o homem, ao lê-la, conheça a sua vontade para que não cometa mais erros. Quando não conhecemos a Palavra de Deus, naturalmente fazemos aquilo que não nos traz o bem, e desta forma sofremos.
Vejamos o que Jesus disse em Lucas 4.4: “Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus”. Há um ensinamento importante nestas palavras que Jesus proferiu. Jesus quis nos dizer que a Bíblia também é um alimento para nós. A Bíblia é o alimento do nosso homem interior: o nosso espírito! A Palavra de Deus é uma fonte de sabedoria e ensinamento divino.
A Palavra de Deus nos ajuda a não cairmos na tentação enganosa do pecado. Está escrito no Salmo 119.11: “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti”. Quando guardamos a Palavra de Deus em nossos corações sempre estaremos preparados para dizer um NÃO ao pecado assim que a tentação surgir. Jesus procedeu desta maneira ao ser tentado por satanás no deserto (Mateus 4.1-11). É uma clara indicação que a Palavra de Deus nos previne contra o pecado.
Estamos numa batalha espiritual contra forças malignas que querem nos destruir. A Bíblia é o acessório de ataque e de proteção do cristão. Paulo, um dos apóstolos de Jesus, nos adverte em Efésios 6:11,17: “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus”. O apóstolo Paulo compara a Bíblia a um capacete e a uma espada. Ele sabia muito bem da importância de guardarmos a Palavra de Deus. Na guerra contra o pecado estas armas são fundamentais.
Todo verdadeiro cristão deve ler a Palavra de Deus diariamente para que assim cresça na fé e adquira a sabedoria divina. Cada dia deve-se aprender algo novo. Pedro, que foi outro apóstolo de Jesus, também muito importante, nos revela em 1 Pedro 2.2: “Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo”. Assim como o apóstolo Paulo compara a Bíblia com armas de guerra, o apóstolo Pedro a compara ao leite de uma criança pequena. Assim como uma criança precisa de leite para crescer, o cristão necessita da Palavra de Deus para se desenvolver espiritualmente. O cristão que raramente se alimenta da Palavra de Deus é como uma criança de nunca cresce. Desta forma sempre será um bebê espiritual, sendo uma presa fácil do pecado.
O cristão precisa se alimentar para que se torne adulto na fé. Precisa se alimentar de tal maneira que, com o passar do tempo, não precise mais de leite, mas sim de um alimento mais sólido. Percebemos isto ao lermos Hebreus 5.14: “Porque qualquer que ainda se alimenta de leite não está experimentado na palavra da justiça, porque é menino. Mas o mantimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal”. Este versículo se refere aqueles que já atingiram a maturidade espiritual.
Quando o cristão chega a este ponto, significa que já está amadurecido e o leite já não é suficiente para alimentá-lo. É necessário que ele passe para um outro tipo de alimento, mais consistente. É necessário que todo cristão se dedique ao estudo da palavra de tal modo que chegue a atingir este nível espiritual.
Para isto devemos conhecer bem o que a Bíblia nos revela. A Bíblia diz em 2 Timóteo 3.16,17: “Toda a Escritura divinamente inspirada é PROVEITOSA para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra”. Aí está comprovada a importância que é conhecer a Bíblia. Ela nos ensina a vontade de Deus; redargua e corrige os erros doutrinários; ou seja, o erro dos ensinamentos; nos protegendo do engano das religiões; e instrui o homem em justiça, para que nós sejamos sempre justos para com Deus, e conseqüentemente, com o próximo.
Diante de tudo o que foi exposto acima, vemos que temos que nos determinar a alimentar o nosso espírito e buscar o conhecimento pessoal dos caminhos de Deus através de sua Palavra. Somente desta forma seremos capacitados para escolher o melhor caminho a seguir. Deste modo não seremos deixados para trás quando Jesus, o Filho de Deus, vier buscar a sua santa e gloriosa Igreja. E Jesus apenas irá levar aqueles que forem fiéis a sua vontade. Aquelas que tiverem um relacionamento vivo com Ele. E para isso precisamos conhecer e estudar a Bíblia, a Palavra de Deus.
A paz seja com todos os que amam a nosso Senhor Jesus Cristo! Amém!
“E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus”. (2 Timóteo 3.15)

Igor Chastinet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...