quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A Sabedoria de Salomão

Salomão, o terceiro rei de Israel, filho do grande Davi, governou na época áurea de Israel. Quando Deus disse que daria a Salomão qualquer coisa que ele quisesse, o rei pediu compreensão e discernimento (I Rs 3,5-14). Esse pedido agradou a Deus. Ele não apenas tornou Salomão um sábio como também deu-lhe grande riqueza, poder e uma era de paz. O rei construiu o glorioso templo em Jerusalém (I Rs 6) e escreveu a maior parte do livro de Provérbios.
O homem mais sábio que já viveu, Salomão, deixou-nos um legado de sabedoria, que foi compilado em três livros: Provérbios, Eclesiastes e Cantares. Sob a inspiração do espírito Santo, o rei registrou pensamentos e diretrizes práticas para a vida do ser humano.
Uma das maiores responsabilidades dos pais é encorajar seus filhos a tornarem-se sábios. Salomão revelou como seu pai, Davi, encorajou-o a buscar a sabedoria quando era jovem (I Rs 2,1-9). Este incentivo pode ter levado Salomão a pedir a Deus sabedoria (I Rs 3,9). Esta pode ser transmitida de pai para filho, de geração a geração, mas, em última instância, toda a sabedoria vem de Deus; os pais apenas podem exortar seus filhos a buscarem-na no Senhor. Caso seus pais nunca o tenham ensinado om princípio da sabedoria, você pode aprender com as Escrituras, e deixar um legado de sabedoria para seus filhos.
Quando Salomão era menino, Davi o ensinou que buscar a sabedoria de Deus era a coisa mais importante. Salomão aprendeu a lição. Quando Deus o visitou e resolveu atender a uma petição do novo rei, Salomão escolheu ser revestido de sabedoria divina.
Assim como ele, devemos visar à sabedoria de Deus. Não temos de esperar que o Senhor apareça a nós. Podemos pedir-lhe a sabedoria hoje em oração, corajosamente. O texto em Tg 1,5 nos assegura que Deus atenderá ao nosso pedido.

Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...