sábado, 16 de outubro de 2010

Adão ou Eva?

Este é o livro da genealogia de Adão. No dia em que Deus criou o homem, à semelhança de Deus o fez; homem e mulher os criou, e os abençoou, e lhes chamou pelo nome de Adão, no dia em que foram criados.Gênesis 5.1-2
Há uma teologia feminista em meio aos evangélicos, seduzidos por esta ideologia mundana, que diz: se Adão não aceita-se o fruto proibido o pecado não entraria no mundo, portanto, Adão e não Eva foi o culpado da queda. Essa falsa interpretação veio em resposta a outra interpretação igualmente preconceituosa que dizia que a culpada foi Eva, e, portanto todas as mulheres. Muitos crêem nisso, mesmo meus irmãos mais queridos, mas digo que isto é antibíblico, incoerente e preconceituoso. Vamos analisar a luz de alguns versículos o que a Bíblia realmente quer dizer.
O texto de 1 Coríntios refere-se a Adão de forma figurada como uma comparação, figura de linguagem que confronta o pecado que veio desde o primeiro casal até hoje. Lendo o texto na íntegra vemos que trata de uma figura de linguagem, portanto não pode ser tomado de forma literal como referindo-se somente ao primeiro homem e excluísse a mulher (Eva) da responsabilidade pelo pecado. Mas antes de continuar, para que ninguém se sinta afetado, quero dizer que não pretendo eleger um culpado, seja Adão ou seja Eva, quero apenas mostrar que ambos foram culpados segundo as escrituras, por isso ambos necessitam de Salvação.
O texto de Gênesis 5.1-2 nas melhores traduções diz "que Deus criou o homem (Adão no hebraico), à semelhança de Deus o fez; homem e mulher (macho e fêmea no hebraico) os criou, e os abençoou, e lhes chamou pelo nome de Adão" (é isso mesmo! Chamou os dois pelo mesmo nome! Adão!). Isso mostra que Deus fez ambos iguais. Até a queda homem e mulher eram iguais e , mesmo depois da queda, Deus não subjugou a mulher ao homem, mas somente ao seu marido, foi o pecado nas culturas humanas que gerou hierarquia social entre todos os homens e mulheres. Ser submissa ao marido não significa ser submissa a todos os homens, mas que deveria respeitar um contrato mútuo de amor e submissão. Quando Paulo argumenta com as mulheres de Corinto que deveriam estar caladas o fazia para exortar quanto ao pecado que fluía naquela igreja, ele falava àquelas mulheres em especial, não a todas as mulheres do mundo, falava também de acordo com o respeito ao próximo e a moral de sua cultura, de seu tempo, para que não escandalizassem os outros que não compreendem a liberdade que Cristo dá.
Pelo preconceito machista enraizado na sociedade e não na Bíblia, a interpretou-se durante tempos que Eva era a maior culpada da queda, depois o contrário, a sociedade cedeu ao preconceito feminista e jogou a batata quente para Adão. Se analisarmos corretamente os dois textos onde um é simbólico, comparando o primeiro Adão (humanidade) a Cristo e o outro texto como histórico, narrativo e descritivo de que Deus fez Adão (humanidade) à sua imagem podemos facilmente entender que ambos são responsáveis pela queda. Se ainda alguma "crente feminista" (isso deve existir?) quiser duvidar e adotar uma postura radical, também terá que dizer que a mulher não é a imagem de Deus, pois o texto diz que Adão foi feito à imagem de Deus e não Eva, mas essa é uma postura absurda, pois vemos que Adão não se refere apenas ao elemento masculino, mas também ao feminino da humanidade, a toda humanidade sem exceção e sem acepção de sexo ou pessoa.
Espero que estas idéias colaborem para entendermos que somos um corpo, um só Adão, uma só humanidade, e que no corpo de Cristo não deve haver tais preconceitos mundanos grassando de vanguarda intelectual, que na verdade é uma vanguarda falida enquanto a Palavra de Deus permanece para sempre.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...