segunda-feira, 12 de julho de 2010

Murmuração

Números 11,1-3. A amargura é um estado interior de infelicidade, que se externa por meio palavras queixosas, às quais chamamos de murmuração ou lamentação. Essas palavras levam as pessoas ao fracasso total, como a um profundo estado de depressão. A pessoa passa viver uma vida de descontentamento. Reclamar é um sinal de incredulidade. Mas existe um lado positivo na reclamação, e é quando estamos numa situação e não concordamos com ela e lutamos para superá-la, com a ajuda de Deus e da Sua Palavra.
No texto em que estamos meditando a reclamação era contra Deus. O povo reclamava das circunstâncias, esquecendo-se do que o Senhor já havia feito por eles. Se esqueceram que estavam ali pela vontade de Deus, recusando-se a confiar na sua provisão e na sua proteção. Essa atitude do povo não agradou ao Senhor.
RECLAMAR É SINAL DE INCREDULIDADE
Embora as circunstâncias negativas possam causar descontentamento, reclamara contra
Deus é sempre um sinal de incredulidade.
No cristianismo temos que partir do pensamento de queJesus é o Senhor de nossas vidas e de todas as circunstâncias, e pela fé confiamos Nele e na sua proteção.
Quando reclamamos contra o Senhor, na verdade estamos acusando-O por tudo de mal que está acontecendo a nós. Veja o que Moisés declarou ao povo certa vez: Prosseguiu Moisés: Será isso quando o SENHOR, à tarde, vos der carne para comer e, pela manhã, pão que vos farte, porquanto o SENHOR ouviu as vossas murmurações, com que vos queixais contra ele; pois quem somos nós? As vossas murmurações não são contra nós, e sim contra o SENHOR. (Êxodo 16:8)
O Salmista também declarou: Também desprezaram a terra aprazível e não deram crédito à sua palavra; antes, murmuraram em suas tendas e não acudiram à voz do SENHOR. Então, lhes jurou, de mão erguida, que os havia de arrasar no deserto; (Salmos 106:24-26). Repare que esse tipo de reclamação era contra Deus, e o intento era provocar abatimento; portanto, era um ato extremamente negativo de incredulidade.
Paulo declara aos romanos que todas as coisas cooperam para o nosso bem. (Rm.8:28) Se de fato cremos que o Senhor está no controle de todas as situações, iremos criar o hábito de dar graças. Isto não significa que deixaremos de orar e pedir. Primeiro damos graças pela situação em que o Senhor nos permite passar, e então, oraremos para agirmos em cooperação com Ele para sobrepujar aquela situação, pois ela redundará em crescimento e bênção para nós, como exaltação para Ele!
Haverá situações quando o inferno se levantará para destruir a nossa fé. Não devemos ficar reclamando no começo, mas louvando a Deus não permitiremos que Satanás nos prenda no desânimo; então, iremos resisti-lo com mais força e ele fugirá. Veja o que Paulo diz: Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. (1 Tessalonicenses 5:18)
A ação de graças é o oposto da reclamação e amargura, assim como a fé é o oposto da incredulidade. Em tudo daí graças pois esta é a vontade de Deus (1 Ts.5:18)
O salmista declarou: Oferece a Deus sacrifício de ações de graças e cumpre os teus votos para com o Altíssimo; invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás. (Salmos 50:14-15)
A RECLAMAÇÃO DÁ LUGAR PARA O DIABO OU O ACUSADOR.

Sermões Bíblicos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...