quarta-feira, 7 de julho de 2010

Igreja: Lírio dos Vales!

“Qual o lírio entre os espinhos, tal é a minha querida entre as donzelas.” (Cantares 2:2)
“Sim, você é um lírio entre os espinhos. Essa é uma boa comparação entre a minha amada e as outras moças.” (Bíblia Viva)
A Igreja é como um lírio entre espinhos para Jesus. O que o Senhor está nos ensinando com isso?
Essa comparação, sem dúvida, destaca a beleza do lírio. Jesus vê a beleza da Sua Igreja. Em meio a tanta sujeira, destruição, violência e miséria, há algo que enche os olhos do Senhor. Há algo que O agrada. Há algo que chama a Sua atenção. E esse algo é a beleza da Sua Igreja. É a beleza da nova criação _ você. Você tem a beleza da santidade de Cristo. Você tem a beleza da justiça de Cristo.
Jesus, ao morrer por nós, nos tornou justiça de Deus. Isso significa que, aos olhos de Deus, não somos mais considerados pecadores, mas sim justos - nós que recebemos Jesus como nosso Senhor e Salvador e aceitamos o Seu sacrifício. 2 Cor. 5:21 “Aquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.” Rm. 5:19 nos diz que pela obediência de Cristo, fomos constituídos justos.
Pare de se ver como um pecador que vive acuado pelo pecado, como se o pecado sempre te colocasse encostado na parede. Nossa relação com o pecado agora é diferente. Jesus nos fez livre dele. Não somos mais escravos do pecado. Fomos libertos da condição de pecadores (Rm. 8:2). Somos uma nova criação. Como nova criação, temos uma nova maneira de lidar com o pecado. O Livro de Romanos descreve a justiça de Deus em nós. Vejamos alguns versículos:
Rm. 6:2 diz que nós já morremos para o pecado. O vs. 11 diz que devemos nos considerar mortos para o pecado, mas vivos para Deus. O vs. 14 diz que o pecado não terá domínio sobre nós.
Se já morremos para o pecado, isso significa que não precisamos viver nele. Nós não servimos mais ao pecado. Ele não nos domina mais. Somos, agora, servos da justiça (vs. 18) e vivemos para Deus. Pare de achar que não existe solução para o pecado na tua vida. Jesus já te proporcionou essa solução.
Quando contempla Sua Igreja, Jesus Se vê em você. Ele vive em você e através de você. Você é imagem de Deus!. Mas, a sua forma de agir tem mostrado que você se parece com Cristo ou que você tem se parecido mais como uma pessoa que não conhece o Senhor? O lírio é muito diferente dos espinhos. A Igreja se parece com Cristo, ela é diferente de todo o resto.
Onde estivermos, podemos manifestar as qualidades de Jesus, pois somos como Ele. O pecado não precisa tirar a tua beleza de lírio. O pecado não pode ferir a justiça de Deus em você. Não deixe que esses espinhos firam a tua santidade em Jesus. Nenhuma tentação será maior do que aquilo que você pode suportar. Isso é promessa de Deus. Então, resista com firmeza, você já tem a habilidade para suportar o pecado. Você pode dominá-lo. Você não precisa ceder. Ainda que sejamos rodeados pelo pecado, ele não tem que nos vencer. O pecado não tem poder suficiente para prevalecer sobre você. Então, mostre a tua beleza de filho de Deus e faça questão de mostrar para o pecado com quem você se parece. “Olha pecado como eu sou a cara de Jesus: sou santo e não tenho que ceder a você!” Mostre para o pecado quem manda.
Lírio tem perfume. Exale o bom perfume de Cristo em seu modo de viver. Você tem toda a habilidade que precisa para ser santo e continuar a encher os olhos do Senhor de alegria com a tua beleza. O mundo precisa sentir esse perfume, o mundo precisa enxergar a tua beleza. Deixe que tua beleza e teu perfume atraiam as pessoas a Cristo.
Você é lírio e não espinho. Você é justo e não pecador. Você é diferente, então seja diferente.

Adaptado de http://www.torreforte.com.br/ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...