sábado, 1 de maio de 2010

"Nem uma unha ficará". (Ex. 10:26)

Houve uma disputa entre Jeová, o Deus de toda a terra, e Faraó, o rei do Egito. A história dessa disputa está inteiramente registrada na Bíblia. Deus quer que a história seja lembrada para sempre.
O Faraó era um rei muito poderoso. Ele era um homem obstinado e de coração muito duro. Foi Deus quem lhe deu o seu imenso poder. Deus queria mostrar a todas as gerações por vir que embora o Faraó fosse poderoso, Ele era muito mais poderoso.
Deus enviou Seu povo, os israelitas, ao Egito muitos anos antes, na época de José. Os israelitas viveram nas terras de Gosen. Lá eles se multiplicaram imensamente. Os reis do Egito que conheciam José trataram deles bondosamente. Surgiu então um rei que não conhecera José. Esse rei era muito cruel para com o povo de Israel. Ele lhes deu tarefas bem duras a fazer. E mais, punia-os se não fossem capazes de fazer aquilo que lhes era exigido.
O povo de Israel clamou ao seu Deus pedindo ajuda. Quando Deus ouviu seu clamor, Ele decidiu que derrotaria o Faraó. Deus iria libertar Seu povo da cruel servidão em que ele se encontrava preso no Egito. O povo não tinha como escapar a não ser que Deus abrisse um caminho para ele. Deus usou Moisés para levar Sua mensagem ao Faraó. Esta mensagem era: "Deixe meu povo ir, para que ele possa me servir!" O Faraó riu e recusou deixar os israelitas irem. A resposta de Deus foi enviar uma praga à nação egípcia. Deus transformou toda a água da nação em sangue. Os peixes dos rios morreram todos. De início parecia que o Faraó deixaria o povo partir. Mas ele não concordava plenamente com o que Moisés pedia. Por isso Deus enviou uma praga após outra. Cada praga era pior do que a anterior. O coração de Faraó estava ainda endurecido, embora tudo isso estivesse acontecendo no Egito. No final o Faraó disse que os israelitas podiam ir com suas esposas e crianças, mas deveriam deixar o gado e possessões no Egito. Moisés respondeu ainda ao Faraó que eles precisariam levar tudo: "Nem uma unha ficará".
Depois de Deus ter enviado todas as pragas, o Faraó finalmente concordou em fazer tudo o que Moisés pediu. Isso significa que Deus derrotou o Faraó. Vocês se lembram que Deus abriu um caminho para o Seu povo atravessar o Mar Vermelho? Atravessou--o por terra seca. O Faraó e muitos de seus soldados o seguiram. Deus afogou Faraó e todos que estavam com ele no mar. O povo de Israel estava todo a salvo no outro lado do mar.
Ora, parece-me que a luta entre Faraó e Deus é um símbolo da luta contínua entre Deus e Satanás. Todos os homens são pecadores e estão nas garras de Satanás. Mas Deus diz a Satanás: "Deixe meu povo ir". Satanás responde que não deixará o povo de Deus ir. Ele luta duramente para mantê-lo como seu escravo. Deus não cederá a Satanás, nem ao poder do mal. A luta pode ser dura e prolongada, porém no final Deus libertará todo o Seu povo do poder de Satanás. Cristo terá a todos por quem Ele morreu. "Nem uma unha ficará". Estou usando este texto como se fosse um provérbio — um dito, cheio de sabedoria.
Cristo terá a pessoa por inteiro. Cristo terá toda a Igreja. Ele restaurará ao Seu povo tudo o que ele perdera pelo pecado. Cristo terá todo mundo para servi-lO. "Nem uma unha ficará".
1. Cristo terá o homem por inteiro. Ele não terá parte de uma pessoa. O Senhor terá integralmente cada pessoa que Ele redimiu. Satanás não terá permissão de ficar com nada dos filhos de Deus. Se alguém é filho de Deus, ele pertence totalmente a Cristo. Nunca seremos perfeitos nesta vida. Ainda pecamos e caimos. À medida que prosseguimos na nossa vida cristã, Deus nos ajudará a derrotar o pecado que habita em nós. Deus tem prometido fazer-nos santos. Ele nos ajudará a obter a vitória sobre Satanás. Deus nos ajudará também a derrotar o pecado em nossos próprios corações e vidas.
O povo de Deus peca e continuará pecando. Quando pecamos deveríamos ficar entristecidos. Não devemos amar nenhum pecado em nossas vidas. Embora não possamos ser perfeitos devemos estar sempre lutando contra o pecado. Devemos ser bem rigorosos com nós mesmos. Não devemos permitir coisa alguma permanecer em nossas vidas que sabemos ser pecado. Nosso desejo deve ser o de guardar todos os mandamentos de Deus.
Cristo comprou inteiramente todas as pessoas por quem Ele morreu. Devemos nos entregar por inteiro a Cristo. Devemos dar--Lhe nossas mentes, nossas mãos, nossos pés e nossos corações. Todo o ser de cada filho de Deus deve ser entregue a Cristo. "Nem uma unha ficará".
Nossos corações não devem estar divididos entre Deus e o eu, ou entre Deus e o prazer. Cristo terá tudo ou nada. Cometemos um erro se pensamos que podemos, às vezes, servir a Deus e, às vezes, sermos nosso próprios mestres, servindo a nós mesmos. É inaceitável a Deus que tentemos servir a dois senhores. Se damos parte de nós a Satanás, somos ainda seus escravos. Não é vitória ganhar meia batalha. Vitória é ganhar a batalha por completo. Estamos dispostos a deixar todo o nosso pecado para trás? Podemos dizer: "Nem uma unha ficará"?
Aquilo que anelamos ser no presente um dia será realidade. Enquanto estivermos na terra, teremos que combater nossa velha natureza pecaminosa. Esta natureza é chamada na Bíblia de "a carne". Mas haverá um dia quando o pecado e o ego serão extirpados pela morte. Nesse dia Jesus Cristo terá a vitória em nós. Que alegria é a do cristão saber que um dia ele será perfeito! Não lutaremos contra o pecado quando alcançarmos o céu. Nossos pecados serão deixados para trás. Nossa redenção será completa.
As vezes o povo de Deus pensa que uma parte do homem será deixada para trás. Nossas almas irão ao céu, mas nossos corpos serão enterrados. Porventura, não serão deixados para trás? Em breve só restarão as cinzas. Mas quando Cristo redimiu Seu povo, Ele comprou tanto seus corpos quanto suas almas, e: "nem uma unha ficará". Cristo ressuscitará os corpos de Seu povo dentre os mortos. Corpo, alma e espírito serão reunidos novamente. A pessoa por inteiro ficará diante do trono de Deus. Todo o povo de Deus cantará à Deus para todo o sempre. (continua)

Charles H.Spurgeon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...