quarta-feira, 21 de abril de 2010

“O justo florescerá como a palmeira”.

Salmo 92:12 -15 “O justo florescerá como a palmeira”.

Dentre as muitas árvores citadas na Palavra de Deus, que podem simbolizar o discípulo do Senhor Jesus, a palmeira é citada de um modo muito especial.
Existem várias espécies de palmeiras. A mais citada nas Escrituras é a tamareira que pode produzir fruto de cem até duzentos anos, conforme podemos ver no verso 14.
“Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e florescentes”.
“Mesmo na velhice darão fruto, permanecerão viçosos e verdejantes”.
Seu fruto é um produto de certa importância na economia de alguns países do oriente. Seu fruto é delicioso, é um alimento de grande valor nutritivo, suas sementes também servem de alimento para os animais, de suas folhas fabricam-se escovas, cordas, esteiras, sacos e cestos, os seus ramos eram utilizados para a construção de tendas durante a festa dos Tabernáculos.
Levítico 23:40 e Neemias 8:15
Suas palmas também foram usadas para enfeitar o templo construído pelo rei Salomão. I Reis 6:29
As palmas também foram usadas para enfeitar a trajetória de Jesus em sua entrada triunfal em Jerusalém. Mateus 21:8
A palmeira é símbolo de vitória. Apocalipse 7:9
A palmeira tem raízes profundas
Uma característica muito importante da palmeira, é que, suas raízes são tão profundas que oferecem em tempos de tempestade a máxima segurança.
• Da mesma forma a fé do salvo em Jesus Cristo é representada nas raízes da palmeira, que são profundas e buscam o alimento na profundidade, o filho de Deus está firmado na Palavra de Deus e nas Suas promessas, a sua vida cristã não é superficial, a sua confiança esta no Senhor, sua vida tem fundamento no Senhor, independente das adversidades.
• Quem tem um relacionamento pessoal com Cristo têm raízes profundas. Não vive de uma experiência religiosa, mas vive a Plenitude do Seu Evangelho, vive a mente de Cristo. “Nós, porém, temos a mente de Cristo”. (1 Coríntios 2.16)
A palmeira se enverga, mas não quebra.
Ao enfrentar uma tempestade ou um vendaval a palmeira se curva e assim permanece até que volte a bonança. Passada a tempestade, ela se ergue e retorna ao seu estado anterior.
• Assim, também acontece ao cristão, ele não se quebra e nem é destruído quando enfrenta a adversidade, ele estará sempre firme em qualquer circunstância.
Salmo 34.19 “Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas”.
João 16.33b “Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”.
“Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo”.
Podemos ainda citar o texto de Jeremias 17:7-8
“Bendito o varão que confia no SENHOR, e cuja esperança é o SENHOR. Porque ele será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se afadiga nem deixa de dar fruto”.
Quando o cristão chega ao porte de uma árvore frondosa, bem enraizada, plantada junto a ribeiros de águas e floresce, esta em situação de produzir frutos excelentes.

Getúlio Duarthe

Um comentário:

  1. Quem tem revelada a palavra e dela escreve não tem ideia do quanto nos ajuda a nos que muitas vezes encontramos nesta revelação ajuda e animo em nossas dificuldades e tristezas que o Senhor continue te ajudando a ti revelando para o crescimento não somente teu mais do Reino

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...