quarta-feira, 31 de março de 2010

Provas da Fidelidade

Três passagens obrigatórias de toda fidelidade: Tempo, Deserto, Cruz!
Manter a fidelidade através do tempo é saber aceitar as "lentidões de Deus". A nossa vida é breve, por isso temos pressa (Jó 7,6). Deus, ao contrário, da Sua parte tem todo o tempo, tem a eternidade e quer da nossa parte, a paciência. Saiba arriscar, abandonando-se aos imprevistos de Deus, sob a guia do Seu Espírito, sem hesitações. Esta é a fidelidade que se prova através do crisol do tempo. (A fidelidade se mostra autêntica, por meio da prova).
A outra prova da fidelidade é o deserto, com o símbolo de aridez. Há coisa mais árida que o deserto? Há momentos em que Deus parece imensamente longe, em que a oração não produz uma centelha sequer de luz no coração. É o silêncio de Deus. Permanecer fiel nesses momentos, manter-se firme através dos difíceis momentos do deserto ou de escuridão, e não ceder, não amainar jamais as velas, é importantíssimo na vida espiritual. Deve-se então, viver de fé. Essa busca nua de Deus, quando Ele parece calar-se; nesse momento, a palavra de ordem é uma só: fidelidade, apesar de tudo, caso contrário o naufrágio é inevitável.
A prova de fogo da fidelidade é a cruz. Encontra-se todo dia em nossa estrada. É a companheira fiel da existência: doenças, achaques, incompreensões, tentações cruciantes, contratempos, afastamento das pessoas amadas...Começa-se a entender o que é a fidelidade quando se participa da agonia de Jesus e de Seu abandono sobre a cruz. Não se pode abraçar o Cristo, se não se abraça a cruz sobre a qual Ele foi pregado.
Deus afirma Sua fidelidade e empenha a fidelidade do homem. À revelação da fidelidade de Deus, o homem responde, empenhando a sua própria fidelidade. É a forma mais concreta do amor. Ser fiel é defender, através das dificuldades que surjam na vida, uma decisão que foi tomada de forma irrevogável. A fidelidade ao Senhor é fonte de felicidade, como a infidelidade é fonte de desgraça. A fidelidade para consigo mesmo chama-se AUTENTICIDADE; A fidelidade para com os homens chama-se INTEGRIDADE, e a fidelidade para com Deus, chama-se CONSTÂNCIA. Deus é verdadeiro em Seu íntimo; Nele não há hipocrisia. Deus é verdadeiro em Sua revelação; Nele não há encenação; Deus é verdadeiro na Sua relação com o Seu povo; Nele não há falta de sinceridade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...