quarta-feira, 31 de março de 2010

Pedro ou Judas?

Tanto Judas como Pedro haviam fracassado - e ambos tinham ficado muito sentidos. Mas como foi que cada um reagiu ao seu sentimento de culpa?
Judas resolveu demonstrar como estava sentido. Chegou às últimas consequências a que um homem pode chegar para provar que estava sentido: saiu e matou-se. O homem que está carregado de remorso coloca toda culpa em si mesmo, e assim permanece. Volta-se para dentro de si mesmo, e fica só pensando em suas faltas e pecados. Parece que deseja que eles pesem muito sobre ele, e assim todos vejam como ele está sentido.
O homem arrependido deposita sua culpa e a dor que sente sobre a cruz, confiando no perdão de Jesus. E alí ele os deixa, e continua a seguir a Jesus, confiando em que Ele transformará suas falhas em fortalezas. Jesus diz: "Venham a Mim e Eu lhes darei descanso - todos voces que trabalham tanto debaixo de um jugo pesado" E ouvindo isto, resolveu ir a Ele. Mas ainda continuam carregando o fardo de tudo que praticaram e que lhes dá sentimento de culpa.
Não nos purificamos de nossa culpa com auto-sacrifícios, auto-punição e auto-destruição, objetivando sermos aceitos por Deus. Não, vamos diretamente a Ele, e deixamos que Ele purifique tudo. Sentir muito e ter auto-piedade não agradam absolutamente a Deus. O homem não deve tentar punir-se a si mesmo; não pode aniquilar-se a si mesmo; pois isso não o livrará de seus pecados.
Jesus morreu na cruz pelos seus pecados. Ele foi aniquilado pelos seus pecados. Não precisamos criar uma grande cena emocional para pedir perdão, basta o arrependimento. Precisamos apenas aprender a viver constantemente com um espírito de quebrantamento. O arrependimento é um relacionamento constante com Deus. Não precisamos nos rejeitar a nós mesmos, devido ao nosso pecado. Deus não nos rejeita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...