quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

DE LO-DEBAR A JERUSALÉM


 Se você pensa que o seu problema é demasiadamente grande, que o seu sofrimento é o maior do mundo, eu lhe convido para conhecer a história de Mefibosete. Mas, quem era esse camarada, e o que aconteceu com ele? Mefibosete nasceu em um berço de ouro. Ele era o herdeiro legal do trono de Israel. Era filho do príncipe Jônata, e neto do rei Saul. Quando esse moço tinha apenas cinco anos de idade, uma grande tragédia sobreveio à família real. Saul e seus três filhos, Jônatas, Abinadabe e Malquisua, foram mortos na batalha contra os filisteus. Quando soube da notícia o palácio alarmou-se, e em meio à confusão, a ama de Mefibosete o apanhou para fugir. Na pressa ele caiu dos seus braços, e ficou aleijado de ambos os pés. II Samuel 4:4. Pobre Mefibosete! Antes mesmo de saber que era o príncipe herdeiro do trono, já havia perdido seu direito legal à coroa! Nem chegou a tomar conhecimento dos seus sonhos, e eles já se foram por água abaixo! Além da tristeza de perder num só dia o avô, o pai e os tios; aquela maldita queda o deixou aleijado para sempre! Uns vinte anos após esta catástrofe, Davi lembrou-se de Jônatas seu maior amigo e perguntou: - “Resta ainda, porventura, alguém da casa de Saul, para que use eu de bondade para com ele, por amor de Jônatas?” II Samuel 9:1. Assim que Davi soube de Mefibosete, mandou trazê-lo imediatamente à sua presença. A bíblia não nos fala como foi à vida desse moço, durante àquele tempo de Silêncio; mas, quando analisamos as palavras que disse ao rei ao ser introduzido no palácio, podemos perceber que havia um deserto emocional em sua vida: - “Então, se inclinou e disse: Quem é teu servo, para teres olhado para um cão morto tal como eu?” II Samuel 9:8. Por que será que Mefibosete disse isso ao rei? Se analisarmos cuidadosamente, quatro coisas que Davi disse a Mefibosete no verso sete; Vamos descobrir que havia um grande deserto emocional na vida dele. 1- Não temas Mas, o que Mefibosete temia? E por que ele temia? Era costume naquela época, quando o rei de uma nova dinastia assumia o trono, exterminar todos os descendentes do antigo rei, a fim de evitar qualquer tipo de revolta. Pensando que Davi fosse exercer esse costume, Maquir, um homem habitante da região de Gileade, tomou Mefibosete e o levou para morar em sua casa em Lo-debar. Agora, seria interessante, examinarmos o significado da palavra Lo-debar. Isto derramará luz sobre esse tempo obscuro da vida de Mefibosete. O vocábulo, Lo-debar, é composto de outros dois vocábulos:  Low que significa: Não, nada, sem, antes.  Dabar que significa: Falar, conversar, ocupação. Pela definição desses dois termos, achamos o significado real de Lo-debar: Podemos dizer que Lo-debar significa: Não pasto, não falar, nada para conversar, sem ocupação. À luz destas palavras, podemos deduzir como foi a vida de Mefibosete, durante aquele tempo que morou em Lo-debar. Seu passado era misterioso, ninguém lhe falava nada sobre a verdade dos fatos. Seu presente entedioso, Sem nada para fazer. Nem uma ocupação. E seu futuro assombroso, devido à possibilidade de ser descoberto a qualquer hora pelo rei. O amanhã era um enigma para ele; Passaria a vida inteira mergulhado no mar do esquecimento? Ou findaria seus dias nas mãos do rei como tanto temia. 2- Usarei de bondade para contigo por amor de Jônatas teu pai Por que Davi usaria da bondade de Deus, justamente com Mefibosete? Será que não haviam outros deficientes em Israel naquelesm dias, para com os quais David pudesse usar da bondade de Deus? Por que teria que ser justamente com Mefibosete, descendente de Saul seu inimigo? Precisamos entender que, além do fato de Mefibosete ser neto de Saul, ele era filho de Jônatas, o maior e melhor amigo de Davi. Porém, na terra de pouca fala, onde predominava o silêncio acerca dos verdadeiros acontecimentos, a única coisa que Mefibosete deve ter ouvido falar sobre Davi, desde sua infância, é que Davi o procurava para matá-lo. Provavelmente, Mefibosete nunca ficou sabendo, das vezes que Davi poupou a vida de Saul seu avô, por reconhecer que se tratava de um ungido do Senhor. Com certeza, ele jamais tomou conhecimento da aliança de sangue que havia entre Davi e Jônatas seu pai; por meio da qual, ambos juraram fidelidade um ao outro para sempre. Pois, se assim não fosse, há muito tempo Mefibosete teria procurado a Davi, a fim de reivindicar os seus direitos de filho da aliança. A falta de conhecimento dos fatos, adicionada às inverdades que ouvira sobre Davi na terra de pouca fala, fizeram do coração de Mefibosete, um poço de amargura e rancor; tudo isso somado ao complexo de inferioridade, oriundo da deficiência física, correspondia a um grande deserto emocional. As palavras generosas de Davi penetraram como uma espada na alma de Mefibosete. Ele havia passado sua infância, adolescência e juventude, julgando que Davi fosse seu maior inimigo; agora estava ali, ouvindo da boca do homem a quem sempre odiara, palavras cheias de amor e ternura que jamais imaginara ouvir. 3- Te restituirei as terras que pertenciam a Saul seu avô. Que terras seriam essas? E por que David deveria restitui-las? Quando Saul e seus filhos foram mortos na guerra, todos os seus descendentes fugiram e se esconderam, com medo de serem exterminsados pelo novo rei. Assim, ao assumir o trono, David assumiu também todas as propriedades que pertenciam ao antigo monarca. Com esta restituição, Mefisosete tornou-se de uma hora para outra, um grande latifundiário. Este Este fato nos faz lembrar que, assim como David restituiu a Mwfibosete tudo que pertencia a seu avô, por amor de Jônatas seu pai, Deus nos restitui agora,por amor a Jesus, tudo quanto Adão perdeu na queda. 4- E tu comerás pão de contínuo à minha mesa. Por que Mefibosete haveria de comer pão de contínuo à mesa do rei? Será que o rei não poderia sustentá-lo à distância? Em sua própria casa em Lo-debar? Ninguém convida ninguém para sentar-se à sua mesa, se não houver entre eles afinidade. Eu creio que quando Davi olhou para Mefibosete, algum traço físico do jovem, o fez pensar que estava diante do próprio Jônatas (seu saudoso amigo). O mesmo amor que sentia por seu irmão de aliança, agora, explodia no peito, pelo filho do seu amado. Cuidar de Mefibosete era para Davi, uma forma de continuar expressando seu amor a Jônatas. Eu penso também, que Davi queria dar ao jovem Mefibosete uma paternidade. Esse moço foi cruelmente privado do afeto amoroso do pai, desde tenra idade. Um lugar à mesa do rei, apagaria para sempre as amargas lembranças que Lo-debar deixara gravadas ao longo dos anos em seu coração. Arrancaria as marcas da orfandade, que aqueles anos de rejeição estamparam no recôndito da sua alma. E acima de tudo isso, um lugar à mesa do rei, lhe daria uma nova identidade. Ao invés da vida temerosa, de um órfão desamparado, que vivera em Lo-debar, Mefibosete agora teria a segurança e os cuidados ternos de um filho do rei. Ao invés da enfadonha monotonia que o cercava em Lo-debar, ele agora desfrutaria da afável companhia do rei e das palavras generosas que fluíam de sua boca. Ao invés da escassez que havia em Lo-debar, Mefibosete agora, receberia a restituição, das terras que fora de Saul seu avô, E comeria pão de contínuo à mesa do rei. Feliz Mefibosete! Ninguém mais olharia para ele com desdém, como um pobre coitado! Ao contrário, sentado na mesa do rei, todos o veria agora como um bem-aventurado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...